Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Últimos assuntos
» Papo Livre
Sex 23 Jun 2017, 09:55 por Oz

» FÚRIA DE TITANS - A Batalha Final
Qui 22 Jun 2017, 09:48 por Joshua

» Dados Fúria de Titans
Dom 11 Jun 2017, 22:30 por Admin

» Zakharov: [Ascensão]
Dom 11 Jun 2017, 21:50 por Mataro

» Zakharov: Ascensão [Fichas]
Dom 11 Jun 2017, 16:15 por Oz

» A Vingança Élfica 3D&T Alpha
Dom 11 Jun 2017, 13:21 por Saphira

» Vingança Élfica 3D&T Alpha [Off ]
Sab 10 Jun 2017, 22:24 por Saphira

» Legacy of Kain
Sab 27 Maio 2017, 17:29 por Pontus Maximus

» Legacy of Kain - Raças
Sab 27 Maio 2017, 17:19 por Pontus Maximus


Legacy of Kain

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Legacy of Kain

Mensagem por Pontus Maximus em Sex 03 Maio 2013, 22:39

Hoje começo um trabalho que a tempos venho sonhando, pegarei como parte para me ajudar o material de Legacy of Kain Soul Reaver adaptado para Daemon por Daniel “Doutrina Man” Andrade, e ampliá-lo pois ele retratou mais um jogo da série fazendo um resumo (bem legal) do jogo e sua história. Mas agora quero fazer algo mais completo possível.

Kain o senhor dos Vampiros e da decadente Nosgoth



Introdução.



Um milênio se passou desde que Lorde Kain fixou
sua capital nas ruínas dos Pilares de Nosgoth e começou
sua conquista do mundo. Seu primeiro ato foi recrutar
uma força militar permanente. Kain capturou seis almas
e então deu “à luz” a seus tenentes, dos quais eu, Raziel,
fui um. Em troca, nós rondamos a penumbra do
purgatório e construímos seis legiões de vampiros para
pilhar Nosgoth.

A destruição dos maiores Reinos humanos era
inevitável. Em menos de um século, a humanidade havia
sido apropriadamente domesticada. Para ser mais exato,
ainda sobraram alguns humanos selvagens espalhados
pelo interior, agarrando-se à sua desesperançosa guerra
santa para livrar Nosgoth da “escória vampírica”. Eles
eram tolerados. Eles tornavam a existência dos mais
fracos mais desafiadora.

Após a domesticação dos humanos, nosso trabalho
de verdade começou: moldar Nosgoth à nossa vontade.
Em volta dos Pilares, escravos construíram um templo
digno de nossa era, digno de nossa Renascença.
Gigantescas fornalhas foram construídas para lançar
fumaça aos céus, protegendo a terra dos efeitos venenosos
do Sol. O mundo nunca conhecera tal beleza. Porém, com
o tempo, fomos ficando entediados.

Nós permitimos que as legiões remanescentes, os
vampiros menores, tivessem suas intrigas. Eles forneciam
divertimento e “tempero” a uma corte cada vez mais sem
inspiração. Enquanto facção caía ante facção, nós
apostávamos no resultado. Ajudávamos e arruinávamos
conspirações por mero capricho. Nós éramos o Conselho e
Lorde Kain, nosso único mestre.

Os humanos acreditam que é alguma doença no
sangue que nos faz o que somos. Tolos, o sangue apenas
alimenta os corpos em que vivemos. Para criar um
vampiro, deve-se roubar uma alma do Abismo para
reanimar o corpo.

É o corpo que requer o sacrifício de sangue; nossas
almas ganham sua vantagem dos poderes do Mundo
Espectral.
Conforme amadurecemos, nossos corpos terrestres
evoluíram para uma forma superior. Assumimos os poderes e
a nobreza dos Deuses Sombrios. Com cada mudança, os
assuntos triviais de vampiros e humanos tinham cada vez
menos interesse.

Sempre, era Kain quem mudava primeiro. Após o
mestre ter experimentado um novo dom, um de nós o seguiria
em mais ou menos uma década. Quer dizer, até eu ter a
honra de superar meu senhor. Por minha transgressão,
mereci um novo tipo de recompensa: agonia.
Para nós, o toque da água é agonia; queima nossa
carne como ácido. Minha punição foi ser jogado no Lago dos
Mortos, nosso terreno de execução para os traidores e fracos.



Enquanto meus irmãos me erguiam no ar, eu podia ver as
expressões de satisfação em seus rostos. A euforia transitória
de algo novo. Então a dor começou. Derretendo, torcendome,
queimando, caindo. Realmente, uma nova experiência.

Tempo. Não tenho noção de por quanto tempo caí. Só sei
que a queda teve um fim e através da dor eu ouvi a voz.
Primeiro, pensei ser meramente os ecos de minha mente
torturada, mas vim a entender que era algo mais. Algo
primordial. Algo furioso. Algo justo. Algo ancião.

O Ancião me explicou muitas coisas. Sobre a criação, sobre a Morte, as almas e a Fome. Por eras o Ancião se alimentou das almas de Nosgoth. Então a dinastia
vampírica de Kain privou o Ancião de seu sustento. Por
séculos, sua fome cresceu e pusturou neste lugar.

O Ancião me ofereceu uma solução para minha
existência pobre – se eu voltasse ao Plano Material e
matasse meus antigos irmãos, então eu teria a chance de me
vingar de Kain...

Como alguém poderia recusar tal oferta? -Raziel.



Última edição por Pontus Maximus em Sex 21 Fev 2014, 18:52, editado 1 vez(es)
avatar
Pontus Maximus
Soldado de Deus
Soldado de Deus

Mensagens : 1983
Pontos de Experiência : 11722
Boa Fama : 16
Data de inscrição : 15/05/2012

Ficha do personagem
Básico:
Vantagens/Desvantagens/Perícias:
Descrição História:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Legacy of Kain

Mensagem por Mataro em Sex 03 Maio 2013, 22:47

Joguei esse jogo, mas infelizmente não terminei kkkkkkk

Ele é bem legal Smile

★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★★
avatar
Mataro
Arcano Imperial
Arcano Imperial

Mensagens : 3107
Pontos de Experiência : 16213
Boa Fama : 15
Data de inscrição : 31/03/2012
Localização : Airy

Ficha do personagem
Básico:
Vantagens/Desvantagens/Perícias:
Descrição História:

Ver perfil do usuário http://nonplusrpg.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Legacy of Kain

Mensagem por Pontus Maximus em Sex 03 Maio 2013, 22:52

Estou pegando todos os titulos da franquia, é bem maior do que eu esperava, acredite vai gostar do material final, um netbook futuro para o Blog Smile
avatar
Pontus Maximus
Soldado de Deus
Soldado de Deus

Mensagens : 1983
Pontos de Experiência : 11722
Boa Fama : 16
Data de inscrição : 15/05/2012

Ficha do personagem
Básico:
Vantagens/Desvantagens/Perícias:
Descrição História:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Legacy of Kain

Mensagem por Pontus Maximus em Seg 06 Maio 2013, 14:06

"Nós não cessaremos de explorar
E o fim de toda nossa exploração
Será chegar onde começamos
E conhecer o lugar pela primeira vez. "
-T. S. Eliot

A Terra de Nosgoth (em algumas eras diferentes)











Nosgoth é considerada pelos seus habitantes no como um mundo agonizante, e cada jogo da série o retratam em momentos diferentes no processo de transição da terra de abundância para a terra da desolação, embora de uma forma não-seqüencial. O destino final de Nosgoth, e sua redenção e restauração de sua antiga glória em potencial, é o tema mais importante, e muitas vezes recorrente na história da série, e ainda tem que ser desenvolvida a partir de Legacy of Kain: Defiance. Como a maioria dos relatos no de ocorrer da história na mesma área que esta limitada, que permaneceu sempre o termo ambíguo se Nosgoth é o nome de todo o mundo, ou a uma região apenas. Geralmente, o termo "Nosgoth" é utilizado para se referir a todo o território conhecido.

Mitologia

Nosgoth é um mundo fictício, incorporando elementos de fantasia, steampunk, ficção científico e com o terror como seu principal elemento. Ele compartilha várias características e tradições comuns a outros mundos ficcionais, sendo apresentado como um análogo para a Europa medieval, envolvendo "espada e feitiçaria", criaturas sobrenaturais e tecnologia futurista. Eras de Nosgoth também incluem muitos paralelos com a história da humanidade no mundo real, com elementos que se assemelham a criação / salvação mitos, reinos medievais e as Cruzadas, a Reforma e Renascimento e da Revolução Industrial, todos em momentos apropriados (sob tal sistema, o nascimento, ascensão e queda do império de Kain correspondem aproximadamente ao século 20 e além).

Princípios

A metafísica de Nosgoth é dividida em nove princípios místicos: Equilíbrio, Conflito (Guerra), Morte, Dimensão, Energia, Mente, Natureza, Estados e o Tempo.  Além disso, oito desses princípios podem ser combinados para formar a clássicos elementos: Conflito e Natureza estão alinhados ao Fogo, Morte e os Estados criam a água, Energia e Tempo estão associados à Terra, e a Mente e a Dimensão formam o Ar. Fogo e Ar estão associados a Luz, Água e Terra com as Trevas.  Estes princípios, juntamente com os espíritos, formam a base da física de Nosgoth e o sistema de magia. Eles são representados na forma do Círculo dos Nove, uma oligarquia de feiticeiros extremamente poderosos que presidem os Pilares de Nosgoth. Os pilares estão inextricavelmente ligados à saúde da terra, a sua integridade, ou a falta dela, influencia diretamente o equilíbrio do mundo.

Reinos

Pelo menos três planos distintos estão separados, mas coexiste dentro do ambiente (geralmente descritos como "reinos ou mundos"), o reino material (o plano corpóreo dos vivos), o Reino Espectral (o plano etéreo dos mortos), e o Reino Demoníaco (habitados por entidades demoníacas). No entanto, mesmo essas dimensões estarem separadas não se pode considera-los que estejam "fora" dos limites de Nosgoth.  O Reino Material, onde o tempo flui de uma forma linear e física, em grande parte se comportando como o fazem no mundo real, é o principal reino da história, mas o Mundo dos Espectros (onde o tempo é "irrelevante") e o Mundo dos Demônios são ambos iguais nesse quesito.

Viagem no tempo

Em Nosgoth, embora exista o tempo de viagem e está disponível para certos indivíduos, a história geralmente é imutável, o continuum de tempo dentro do ambiente é extremamente resistente, e não permite a introdução de paradoxos históricos, o futuro dos habitantes de Nosgoth é sempre o mesmo sendo predestinados ao fatalismo, e o conceito de fatalismo é uma realidade constante, ao invés de uma ideia, mas no entanto, durante os eventos que culminaram com a aparição da Espada Soul Reaver, acabou-se por apresentar  lacunas a esta regra tornando possível alterar a linha do tempo e, ao longo da história,  Kain acabou  conseguindo mudar a história três vezes.  Quando o tempo de fluxo é descarrilado, que por sua vez substitui a antiga linha do tempo com uma nova iteração modificando a história, a antiga linha anterior a esta "morre". Como tal, histórias ou universos paralelos não podem existir -. Só a linha do tempo "atual" e é considerado a partir de então o "real" e autêntica (como a única aceitável).

Geografia

Além de sua natureza óbvia como uma terra fictícia, é (deliberadamente) nunca ficou claro o que Nosgoth realmente é.  Formalmente, ele deve ser sempre referido como a Terra de Nosgoth.  A amplitude do território possui nomes importantes (incluindo várias entidades que podem ser considerados estados soberanos) isso poderia sugerir que Nosgoth é um continente, mas também que pode ser entendido que é um mundo inteiro ou planeta, mas que ainda não foi totalmente mencionado os seus cantos ainda desconhecidos por muitos.

Como nenhum jogo jamais foi além dos limites de Nosgoth, e há referências têm sido feitas de terras fora dele, alguns têm especulado que ela pode de fato compreendem um mundo inteiro, ou pode ser um supercontinente. Até agora, todos os mapas que retratam Nosgoth apresentaram-no em uma grande extensão de terra, com o único oceano conhecido no sul e oeste.

Obs: Essa dúvida pode facilmente utilizada por mestres e jogadores para expandirem o mundo de Nosgoth e suas regiões das além-conhecidas, criando assim um mundo onde não há lugar seguro para se sobreviver.

Nosgoth é um vasto reino com uma paisagem diversificada, incluindo montanhas, florestas, planícies e pântanos, mas muito pouca desertificação não polar. Estações do mundo real, tais como o inverno são mencionados, e a terra parece ter um clima temperado, semelhante ao do norte da Europa central.

Marcos (Locais de destaque).

A seguir os principais pontos descritos, mas outros podem aparecer criados pelo mestre e jogadores, já que esse é apenas um continente da Terra de Nosgoth, Nosgoth em si indica que seja apenas o principal continente do mundo.

Como em qualquer ambiente, marcos de Nosgoth flutuou em seus diversos prazos e épocas; recursos que existem em períodos anteriores foram eliminados do mundo com o tempo. Alguns dos principais pontos de interesse, no entanto, são constantes, e ainda se suportam ao longo de vários séculos.

Obs: Estes pontos podem se tornar mais ou menos importantes a medida que a Linha do Tempo for sendo alterada pelos personagens.



A Air Forge (Forja do Ar): Foi Explorada durante Soul Reaver 2. Um antigo santuário Vampiro dedicado ao portador da Soul Reaver, projetado para imbuir a lâmina com o poder Elemental do ar. Localizado perto do Retiro de Janos Audron.

História: Este templo está localizado no futuro arruinado de Nosgoth próximo ao Réfugio de Janos Audron. A Forja, que, depois de resolver o enigma, (devolvendo os corações para múmias) ativa todas as fontes de ar em Nosgoth.





The Canyons (Os Canyons):. Explorados durante Blood Omen 2 , estes selvagens canyons desertificados existem do lado de fora da cidade de Meridian. Embora em grande parte deserta, eles são habitados por vários bandidos e o Vidente.

História: O vampiro Vorador enviou Kain aos Canyons em uma tentativa de atender o Vidente (Oráculo) e descobrir o seu conhecimento do dispositivo chamado de Chronoplasto. Os Canyons foram um conjunto de vales profundos que levam ao norte de Meridian,  esta região é considerada um deserto. Os Canyons foram utilizados principalmente pelos mercadores que viajavam (para a importante cidade de Meridian com seus produtos), mas durante as suas viagens eram frequentemente ameaçados por contrabandistas que roubavam seus fornecimentos.

Kain descobriu que uma grande ponte que atravessa os desfiladeiros havia caído embora não se saiba se era devido a contrabandistas, demônios menores ou causas naturais. Significava que Kain tinha que seguir os comerciantes com seus carros do lado de fora dos Canyons passando por vários portões dos Cavaleiros Sarafan`s, mas em outras áreas instáveis havia lugares cavernosos através onde ficavam os esconderijos de contrabandistas, eventualmente emergia um demônio em áreas infestadas repletas de cadáveres de comerciantes e tropas sarafan`s.

Após um conjunto de faixas para um acordo industrial sem nome, Kain encontraram barricadas, mas repleta de cadáveres. Além da solução que ele encontrou vários edifícios Sarafan`s antes de finalmente encontrar a residência do Vidente, ganhando como recompensa um presente em forma do poder Telecinésia e ser teletransportado para o dispositivo Chronoplasto.

Detalhes:

Nos mapas, parecem indicar que os Canyons estão fora dos muros da cidade de Meridian próximo as Favelas (onde fica o Covil de Contrabanditas) e ilhas adjacentes onde permanece alguns Sarafan`s.  

Os Canyons apresentam o maior símbolo Sarafan já visto, esculpida em uma rocha ao lado de uma guarita.

Apesar da sua temível reputação há vários colonos nos Canyons, bem como várias lojas desde produtos legais e ilegais, vendidos por mercadores e contrabandistas e um armazém protegido por Ladinos (que também é sugerido que alguns dos habitantes locais podem estar trabalhando com a Guilda local ao contrário de outros comerciantes, contrabandistas não são hostis nestas áreas a principio), Canyons poucos conhecidos também podem ser encontrados, com guarnições Sarafan`s e com um pouco de sorte até a Caverna do Oráculo também.

Os Canyons apesar de ser uma região de deserto, já possuem uma tecnologia interessante, principal entre estes estão à magia Glyph (Glifos) que alimentam alguns veículos terrestres (que se assemelham aos primeiros automóveis fabricados), locomotivas (trens), guindastes, esteiras e uma refinaria, torres de água e muitos moinhos de vento podem ser vistos, bem como baterias glifos e portões de segurança, hospitais e pontos de vigias. A Glyph é uma magia usada em alguns dos assentamentos menores em torno dos Canyons.

Demônios menores infestam algumas áreas dos Canyons onde são frequentemente encontrados cheios de cadáveres humanos (desde contrabandistas, ladinos a cavaleiros Sarafan`s), de fato, Cavaleiros Sarafan e contrabandistas pode ser visto lutando juntos contra Demônios Inferiores em muitas ocasiões (por vezes permitindo que Kain ou outro personagem passe despercebido por eles). Áreas de demônios menores também contêm grandes conjuntos de correias verdes e muitos grandes casulos pulsantes em árvores próximas, com muitas das suas vítimas visivelmente ainda lutando (embora eles não possam ser libertados sozinhos). Grandes matas são vistos no início das gargantas, mas estas são cinzentas e pode sugerir que a presença de aranhas-demônios.

As pessoas afirmam (tanto das tropas Sarafan`s como qualquer outra pessoa) que o Vidente controla os Demônios Inferiores.





O Cemitério: Recorrente a oeste, cemitério da aldeia de Ziegsturhl, com mausoléus e templos que remontam à história antiga.


Detalhes

O cemitério é um local que foi visitado na Era Blood Omen e Defiance. Foi um grande cemitério localizado a oeste de Ziegsturhl. Notavelmente o Mausoléu de Kain estava dentro desse  cemitério.

Quando Kain foi ressuscitado por Mortanius, ele acordou como um vampiro em seu túmulo, no fundo seu mausoléu. Percorrendo o seu caminho para fora da estrutura, ele adquire seus primeiros feitiços e artefatos ao longo do caminho, Kain encontrou-se no maior cemitério de Nosgoth. Emergindo de seu mausoléu, descobriu-se que a luz do sol agora estava desconfortável para o seu corpo em sua nova condição, como começou a chover, ele descobriu que a água era ainda mais dolorosa.

Abrigando-se da chuva, Kain explorou os outros mausoléus do cemitério e encontrou seus primeiros artefatos que ali estavam perdidos. Pouco depois de sua saída do cemitério, Kain foi capaz de encontrar os bandidos que o assassinaram. Kain vingou sua morte, matando todos eles, mas quando ele terminou o ato, fora avisado por Mortanius que os bandidos eram peões de uma mestre muito maior. Mortanius guiou Kain até as colunas e Kain deixando seu rastros próximos da pequena cidade de Ziegsturhl.

Raziel também esteve no Cemitério durante a “Era” Defiance depois de escapar do Abyss (Abismo) do deus ancião. Inicialmente estava preso no Reino Espectral, pois seu antigo senhor lhe negou a saída para o reino material, quando o deus ancião removeu os portais planares (que servem como fissuras naturais entre os mundos) e logo depois descobriram que os Agentes do Senhor do Abismo estavam devorando as almas das pessoas mais antigas - os Arcontes. Procurando uma maneira de entrar no Reino Material, Raziel explora os mausoléus do cemitério encontrando um novo método para retornar ao mundo dos vivos, utilizando e possuindo cadáveres temporariamente a fim de fazer a travessia, sendo tão logo descartado quando o corpo perde sua utilidade.

Sabendo mais sobre o exército mercenário de Moebius habitando o Cemitério e ouvindo-os falar sobre um espírito que assombra os Pilares, Raziel percebeu que tinha sido aparentemente preso no Abyss (abismo) durante cinco séculos e agora, na Era Blood Omen. Junto com os Mercenários, Raziel descobriu que vários outros inimigos - os Revenants - também estavam atravessando os reinos por projeção da alma e posse, aparentemente apenas para segui-lo como espiões.

Além disso, dentro do Cemitério Raziel foi capaz de encontrar várias ruínas muito mais velhas do que o resto de seu interior.



Dark Eden (Eden Sombrio): Explorado durante Blood Omen: Legacy of Kain. Um jardim natural de horrores, criado por membros corruptos do Círculo dos Nove (sendo o Druida Guardião chamado Bane).. Sua cúpula de energia ameaça consumir e deformar a terra.

"Se pudesse ser dito que a terra desceu a loucura, essa seria a melhor definição do Éden Sombrio (Dark Eden). Um jardim de horrores, semeado com uma versão doente da natureza.
Eu sabia que esse Éden Escuro teria que ser detido, senão continuaria a crescer, até que todos em Nosgoth fossem consumidos. "

-Kain

O Éden Sombrio foi um marco antinatural no extremo norte de Nosgoth, visto durante a Era Blood Omen. Formado pelos corrompidos Guardiões dos Pilares, Anarcrothe, Bane e DeJoule como seus criadores, era uma terra distorcida, caracterizada por criaturas abomináveis com sangue verde, larva abundante, e uma cúpula de energia corrosiva que surgiu da sua torre central. Kain visitou a região em Blood Omen: Legacy of Kain.

Detalhes

O Éden das Trevas é uma área de Nosgoth vista em Blood Omen: Legacy of Kain, ao Norte da Caverna do Oráculo sendo o ponto mais setentrional de Nosgoth visto na série.

Kain viu pela primeira vez o Éden Sombrio pela cúpula gigantesca e monstruosa feita de energia subindo até sua torre, logo depois que ele deixou Mansão do Vorador. Ele foi capaz de entrar em sua área próximo ao Norte de Uschtenheim. Ela está cheia de criaturas grotescas criadas pela loucura dos Ex protetores dos Pilares. A barreira mística envolve todos eles dentro do Paraíso Sombrio, distorcendo qualquer criatura viva dentro de seus domínios, transformando-os em monstros mutantes, porém Kain nada sofreu de seus efeitos.

Kain foi finalmente capaz de entrar na Torre, no coração do Éden das Trevas, que era maior dentro do que por fora. Sendo capaz de ganhar itens de poder sendo eles a Armadura de Carne e da magia Morte Espiritual antes de enfrentar os três guardiões. Ao ver Kain, Anarcrothe convocou Malek e fugiu, para ajudá-lo Kain usou um anel mágico para trazer o Vampiro Vorador e perseguiu a Bane e Dejoule a uma batalha do lado de fora. Depois de derrotar os feiticeiros, voltou para encontrar os restos de Malek.

O Portal da Lua (Moon Gate) possui poderes que tornaram Kain mais poderoso, como o Relâmpago.

Nota

A Barreira mágica de Dark Eden foi notada por Kain, ela não era estática, mas se expandia e provavelmente teria devorado toda a Terra de Nosgoth. Para facilitar Kain teve que destruiu os círculos de feitiçaria.

Em seu caminho para a torre, Kain passa por ruínas de um assentamento humano, estas ruínas nunca foram identificadas e nunca reapareceram em outras Eras

O Edén Escuro tem uma quantidade significativa de magma e larva, particularmente em torno da torre. Devido ao aparecimento de Magma em torno da chaminé, em imagens divulgadas do Originalmente na Era Soul Reaver, esse território passou a ser inicialmente assumido pelo Clã Turelim, mapas dos locais em Legacy of Kain: Soul Reaver refutou isso, porém. O conteúdo da torre (particularmente os produtos químicos e equipamentos de laboratório) parece indicar que O Dark Éden é a fortaleza de Anacrothe. Se for assim ele se tornaria o segundo guardião consecutivo em que cujo território Kain tinha visitado e que tinha escapado. Não se sabe onde as Fortalezas de Bane e Dejoule ficavam.





The Forge Dark (A Forja Sombria): Explorada durante Soul Reaver 2. Um antigo santuário Vampiro dedicado ao portador da Soul Reaver, projetado para imbuir a lâmina com o poder Elemental das Trevas. Localizado no pântano.


The Abbey Drowned (A Abadia Inundada): Explorada durante os eventos de Legacy of Kain: Soul Reaver.  Anteriormente um santuário contra a ameaça de vampiros, a Abadia foi inundada e prendendo o Clã Rahabim, tornando-se assim seu território.


A prisão Eterna: Explorada durante  Blood Omen 2. A prisão sobrenatural bizarra e sinistra, onde as leis naturais são distorcidas. Os guardiões da prisão possuíam a pretensão de realizar um grande experimento, supostamente restaurar o equilíbrio para aqueles que transgridem as leis dos deuses e do homem.

A prisão eterna é uma prisão onde aqueles que "têm transgredido as leis dos deuses e dos homens" são enviados para "contemplar os erros que fizeram" por uma eternidade, através da natureza "atemporal" da prisão. Embora reivindicada pelos guardiões da prisão como um lugar de "meditação pacífica", é revelado no fato de ser um lugar horrível como o inferno, onde os presos são torturados sem piedade e as leis da física, incluindo a própria passagem do tempo não funcionam como esperado.
 
Ao longo da Prisão Eterna, o progresso de Kain foi perseguido por um vampiro mutilado e insano, o vampiro insultava Kain, enquanto tentava escapar da prisão através do "labirinto invisível" e Kain foi forçado a enfrentar o vampiro louco para escapar. Kain foi capaz de derrubar uma grande estátua de Moebius em cima do vampiro, que recuperou sua memória como Magnus, um ex-campeão do exército de vampiros de Kain que tinha sido enviado para a prisão depois de tentar e não conseguir derrotar o Senhor Sarafan, sozinho, a noite antes da batalha de Meridian.


The Forge Fire (A Forja de Fogo): Explorada durante Soul Reaver 2. Um antigo santuário Vampiro dedicado ao portador da Soul Reaver, projetado para imbuir a lâmina com o poder Elemental do Fogo. Localizado perto do Refúgio de Janos Audron.



A Casa do Dollmaker (criador de Bonecos): Explorada durante os eventos de Blood Omen: Legacy of Kain. A residência de Elzevir o Dollmaker, situado no centro do Lago das Almas Perdidas.


A Cidadela dos Humanos: Explorada durante os eventos de Legacy of Kain Soul Reaver.  O último refugio conhecido da humanidade livre após campanhas de Kain, e da sede da mais recente encarnação de caçadores de vampiros de Nosgoth.


A Cidade de Hylden: Explorada durante  Blood Omen 2. A base de operações do senhor dos Hylden, habitada por seus asseclas Hylden e escravos humanos primitivos. Encontra-se no grande mar do sul.


Janos Audron Refugio: Explorada em Soul Reaver 2. Um edifício alto no alto das montanhas, além dos canyons ao norte de Uschtenheim. Seus aeries foram construídos pelos Vampiros antigos, e servem como refúgio do solitário Janos Audron.


A terra do Nemesis: Explorada em Blood Omen: Legacy of Kain. Um reino no nordeste de Nosgoth, governado por uma monarquia. Um de seus reis, William, o Justo, uma vez ameaçou conquistar a terra com suas enormes legiões.


The Forge Light (A Forja da Luz): Explorada em Soul Reaver 2. Um antigo santuário Vampiro dedicado ao portador da Soul Reaver, projetado para imbuir a lâmina com o poder Elemental da Luz. Localizado perto do grande lago do sul.


The Lighthouse (O Farol): Explorado em Legacy of Kain: Soul Reaver. Um farol interior em um vale ao sul da Catedral Silenciada, guardado pelo Turelim (líder do Clã).


A Cidade Perdida: Explorada em Blood Omen: Legacy of Kain. Uma cidade obscura e antiga, com arquitetura de origem obscura, acessado através do Lake of the Dead (Lago dos Mortos). Seus ziggurats são dominados por lobisomens e outras criaturas.


De Malek Bastião: Explorada em Blood Omen: Legacy of Kain. A fortaleza no cimo de uma montanha isolada nas montanhas do norte de Nosgoth. Harsh e desprovido de vida, que serve como casa para Malek o Paladino, o ex-líder dos Sarafan`s.


Nachtholm Cove: Explorada em Blood Omen: Legacy of Kain. A pequena baía, onde a aldeia de Agradecimento às águas de Nachtholm está situada.


A Necropolis: Explorada em Legacy of Kain: Soul Reaver. O território de Melchahim, e antigamente um grande cemitério para os humanos.. Suas casas funerárias foram invadidas por esses vampiros para reabastecer suas fileiras em declínio.


Nupraptor o Refúgio: 

A fortaleza em forma de crânio erguida por Nupraptor o Mentalista, com vista para o território de Vasserbünde. O Refúgio perdura durante as eras mais recentes de Nosgoth, mas sua fachada é parcialmente destruída.

O Retiro de Nupraptor foi esquecido na cidade de Vasserbünde; O Retiro foi um grande edifício em forma de caveira sobre os rochedos, uma cachoeira fluía da boca dos crânios e alimentava as vias navegáveis ​​de Vasserbünde. Antes de Blood Omen, os peregrinos aparentemente viajavam de toda Nosgoth para visitar Nupraptor aqui e a cidade abaixo. Na época de Blood Omen e da corrupção dos Pilares, alguns peregrinos voltavam do retiro e, muitas vezes gritos e gargalhadas eram tudo o que se ouvia em Vasserbünde.
 
Em Soul Reaver, Raziel foi capaz de chegar perto do retiro, que agora fazia parte do território de Melchahim. A cachoeira tinha secado e o crânio havia caído de um penhasco, mas Raziel foi, contudo, capaz de subir, através dos restos do interior do recuo da placa da mandíbula inferior; onde o crânio foi posicionado uma vez; e para encontrar a Pedra Glyph.


A Caverna do Oráculo: Um local de natureza ártica, pertencente a Moebius, de estrutura labiríntica, sua casa localiza-se nos ermos do norte de Nosgoth mais precisamente. Sob as cavernas encontra-se um complexo que conduz ao Chronoplasto, um enorme dispositivo de transmissão de tempo que pode revelar o fluxo do tempo para quem a observar.


Os Pilares de Nosgoth: Recorrente. Parte de grande importância para Nosgoth. Erguido antes da história registrada pelos humanos e protegida pelo Círculo dos nove, a saúde dos pilares determina a vitalidade da própria terra. Após a sua queda, Nosgoth se transforma em um terreno baldio.



As planícies de Sangue: Vistos em Blood Omen: Legacy of Kain. Uma série de campos localizados entre Averno, a Terra do Nemesis e do Lago das Almas Perdidas.


As Minas Provinciais: Explorado em Blood Omen:. Legacy of Kain. Uma mina terrestre a leste de Willendorf. Uma antiga fonte está dentro dela, cheia com o sangue de antepassados da monarquia Willendorf.


Território do clã de Raziel: Explorada em Legacy of Kain: Soul Reaver. O território dos Razielim, ao lado do cemitério e do Lago dos Mortos.


A cidade em ruínas: Explorada em Legacy of Kain: Soul Reaver. A fortaleza nas montanhas do Clã Dumahim, construído a oeste da entrada para a Caverna do Oráculo. Atacados por caçadores de vampiros encontram-se atualmente abandonada e desolada.


O Stronghold Sarafan (Fortaleza dos Sarafan`s): Recorrente. A sede da fraternidade dos Sarafan`s, e posteriormente, de exército de mercenários de Moebius. Construído ao lado do Grande Lago Sul, é um local de vários eventos importantes na cronologia de Nosgoth.

Santuário dos Sarafan’s

 
O Santuário, ou santuários eram um par de câmaras importantes de nomes idênticos e que aparecem de forma semelhante dentro da Fortaleza Sarafan. O Santuário apareceu como uma grande sala de uma catedral, com um portão  e  áreas com capelas, em que em várias épocas continha um mural representando a morte de Janos Audron, uma capela dedicada à morte de William o Justo e o primeiro paradoxo que implica, uma estátua representando a vitória final de Moebius e seu exército mercenário ou um arranjo modesto de uma capela que contém o primeiro fragmento do Emblema do Equilíbrio. Santuário foi notavelmente o local de confrontos entre Raziel com Raabe, Dumah e Turel no início da história de Nosgoth e o segundo paradoxo na era pré-Blood Omen.


A Catedral Silenciada: Explorada em Legacy of Kain: Soul Reaver. Construída como uma arma para ser utilizada pelos caçadores de vampiros, feita para explodir com vários deles emitindo  um tipo de hino mortal em toda a terra, mas foi conquistada pelo Clã Zephonim antes de ter sido utilizada.


A chaminé: Visto em Legacy of Kain: Soul Reaver. A fornalha gigante em forma de torre, projetada por vampiros de Kain para perpetuamente espalharem uma cortina de fumaça para o céu e proteger seu império contra os efeitos do sol.


As ruínas subterrâneas: Explorada em Soul Reaver 2. A série de túneis cheios de cristais e ruínas antigas. Os Pilares de Nosgoth passam por aqui, como eles se estendem profundamente na terra, através de uma câmara onde o deus ancião se esconde.


O Swamp (Pântano): Explorada em Soul Reaver 2. Um denso, pântano primitivo próximo da Floresta de Termogent. Embora quase inabitável, mas que abriga o Templo da a antiga Forja escura (ligada a Soul Reaver)


A Floresta de Termogent: Explorada em Blood Omen: Legacy of Kain.  A grande, floresta alagada alimentada pelo Lago dos Mortos. Apesar de sua natureza prejudicial para os vampiros, é o lar para a mansão de Vorador.



O túmulo do Sarafan: Explorada em Legacy of Kain: Soul Reaver. O local do sepultamento era no passado um lugar impenetrável, selado pelos inquisidores dos guerreiros Sarafan`s, mas que acabou sendo devastada e exposta por tremores de terra.


O Underworld (Submundo): Explorada em Legacy of Kain: Defiance. Um extenso complexo de cavernas e ruínas debaixo do Cemitério, habitada pela massa amorfa do deus ancião.


O Underworld (Submundo): Explorada em Legacy of Kain: Soul Reaver. Um conjunto de túneis sob o Lake of the Dead (Lago dos Mortos) e do Abismo, habitada pelo deus ancião. Almas perdidas habitam as várias ruínas de cima existentes dentro de seus limites.


A Cidadela Vampira: Explorada em Legacy of Kain: Defiance. Situada no Lago das Lágrimas, a Cidadela foi o reduto dos Vampiros mais antigos e do Círculo dos Nove, mas estava protegida envolta por magia.


A Mansão de Vorador: Recorrente. Efetivamente um reino privado a parte pertencentes local de abrigo a vampiros, presidida pelo seu patriarca, o Vampiro Vorador.

Forja d'água
 
A Forja d’água era um local significativo de destaque em Nosgoth. Presumivelmente selado dentro da Torre da Forja' da Cidadela dos Vampiros, capaz de imbuir a Soul Reaver com o poder da Água.
 

 

 
Wilendorf
 

 
Willendorf era uma cidade que apareceu em Blood Omen: Legacy of Kain e foi mencionada na história de Nosgoth.
 
Willendorf esta localizada ao sul de Avernus, uma cidade murada e com um castelo rodeado pelo lago de Serenity, que atuou como um fosso. A leste da cidade vivem os camponeses. Willendorf foi o Reino do Rei Ottmar e era conhecido por ser pacífico e próspero, em parte graças às suas minas Provinciais a leste da cidade. Kain viajou para Willendorf para utilizar a coluna do tempo, depois de ter sido aconselhado por Ariel (e Moebius anteriormente, sob o disfarce de "Oráculo") o exército de Willendorf era o único que poderia derrotar as Legiões da Nemesis. Kain no entanto não foi capaz de ganhar a entrada para a cidade como só os de sangue nobre são autorizado.
 
Dentro da Cidade, ele (Kain) encontrou o Rei de luto por sua filha, cuja alma tinha sido roubada por Elzevir o Dollmaker (criador de bonecos). Kain partiu para encontrar o Dollmaker e quando ele voltou com a boneca que continha a alma da princesa, os feiticeiros de Ottmar foram capazes de restaurar seu espírito de volta ao seu corpo. Como recompensa, Ottmar ofereceu a Kain metade de seu reino, mas Kain pediu em troca o exército do rei para lutar contra as Legiões da Nemesis. Na Batalha de The Last Stand, o Exército da Última Esperança foi derrotado e Willendorf foi presumivelmente conquistado,e sua serenidade destruída.
 
 
 
Lar de Zephon
 

 
O Covil de Zephon's está localizado perto do topo da Catedral Silenciosa.
 
Em algum ponto no tempo Zephon e seu clã invadiram a Catedral, tirando-a das mãos dos humanos. Aninhado em segurança na sua câmara mais distante, Zephon havia se ligado às paredes da sala após a sua transformação, cobrindo as paredes com sua carne e, essencialmente, tornar-se um com o seu covil. Zephon permanece dentro de sua camâra imóvel, parece que ele tem se alimentado dos sacrifícios humanos que seus soldados poderiam colocar em brechas nas paredes laterais. Muito parecido com uma aranha, ele provavelmente suga seu sangue para se sustentar ao longo do tempo.
Parece também que os humanos tentaram assassinar Zephon em um ponto no tempo em que há um corpo de um caçador de vampiros encontrados na entrada.
 
Ziegsturhl

 
Ziegsturhl, também é conhecido como Ziegsturchl, era uma cidade pequena em Nosgoth, localizado ao sul dos Pilares de Nosgoth e a leste do cemitério. Foi notável como o local do assassinato de Kain quando ele ainda era humano, nas mãos de assassinos contratados por Mortanius.

Montanhas do Erebus
As montanhas do Erebus formam uma cadeia de montanhas no norte de Nosgoth, situado entre o Dark Éden e Coorhagen. Apesar de aparecer em mapas mundiais desde Blood Omen: Legacy of Kain. As montanhas são a localização da cidade secreta subterrânea do Clã Razielim.

Planícies do Sangue
 
Durante a era Blood Omen, as Planícies puderam ser identificadas no mapa do mundo como uma compensação expansiva entre Avernus, O Lago das Almas Perdidas e Stahlberg. Eles foram descritos como um espaço aberto rodeado por florestas em todos os lados para além da sua fronteira norte, que levou para a Casa do Dollmaker.  
Embora não explicitamente identificadas como tal, as planícies foram visitadas durante o curso de Blood Omen como cenário para a batalha de The Last Stand e só eram acessíveis durante essa batalha. Visualmente, as Planícies de sangue foram descritas como uma grande extensão de lama que, durante a batalha, estava cheio de cadáveres e equipamentos medievais. Como Kain avançou para o norte ao longo das planícies, alimentando-se de ambos os lados, as Legiões da Nemesis superioridade, promovendo  cenas de carnificina cada vez mais freqüentes, que lembra a devastação total e mutilação anteriormente visível em Stahlberg. Eventualmente, como Rei Ottmar foi morto, o Exército da Última Esperança fragmentado e fugiram para as florestas circundantes.  
 
Como Kain ficou encurralado perto de uma guarita e as Legiões da Nemesis voltaram suas atenções para ele, o dispositivo Time Streaming que obteve na Catedral Avernus ativado espontaneamente e o mandou 50 anos para o passado. Diante de seus olhos, a lama do campo de batalha endurecido se tornou numa exuberante vegetação. Percebendo a chance de mudar a história, Kain posteriormente viajou para a Terra do Nemesis para assassinar William.

Vasserbünde
 

 
Vasserbünde é uma cidade da Era Blood Omen de Nosgoth. Situada a oeste do Lago dos Mortos e do Norte de Steinchencröe. Ele foi o Retiro de Nupraptor. Os cursos de água de Vasserbünde foram alimentados pela Cachoeira do Retiro Nupraptor e desaguava no lago de lágrimas.
 
No acampamento cigano sul de Vasserbünde, Kain foi capaz de encontrar o formulário Disguise.
 
Vasserbünde foi brevemente mencionado na história de fundo de Nosgoth, sugerindo que, na era Soul Reaver a cidade ainda estava de pé, enquanto que, presumivelmente, conquistada pelos vampiros na queda dos grandes reinos humanos e na posse de vampiros desde então.

Fane

 
Era a cidade subterrânea da Razielim.

Steinchencröe

 
Steinchencröe era uma cidade visitada por Kain em Blood Omen: Legacy of Kain. Apesar de sua aparência rústica, era habitada principalmente por camponeses e muitos nobres, como Kain recusou-se a colocar os pés lá; Foi particularmente famosa por seu odor fétido. Em um canto sossegado da cidade Kain encontrou Irmok, que era, aparentemente, sem medo de sua condição de vampiro e lhe deu algumas dicas para encontrar o formulário de Disfarce, que mais tarde ele descobriu ao sul de Vasserbünde.
avatar
Pontus Maximus
Soldado de Deus
Soldado de Deus

Mensagens : 1983
Pontos de Experiência : 11722
Boa Fama : 16
Data de inscrição : 15/05/2012

Ficha do personagem
Básico:
Vantagens/Desvantagens/Perícias:
Descrição História:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Legacy of Kain

Mensagem por Pontus Maximus em Sab 27 Maio 2017, 17:25

Submundo (SR1)
1.535Páginas em
ESTE WIKI Adicionar Nova Página Editar Discussão0 Share
O submundo
Legacy of Kain: Soul Reaver Localização
SR1-Cutscene-Chapter-1-A-Intro-009
O Submundo como aparece no Legacy of Kain: Soul Reaver.
Introduzido no Icon-SR1 Legacy of Kain: Soul Reaver (1999)
Arquitetos • Nenhum
Propriedade • O Deus Mais Velho (era Soul Reaver)
Status • Intacto (era Soul Reaver)
Características • O portão de urdidura do Underworld
Habitantes • O Deus Mais Velho
• Sluagh
Aparições Icon-SR1
"Como meu agente, você está além da morte, Raziel. Seus inimigos não podem destruí-lo.
Se você crescer muito fraco, no entanto, você sempre será desenhado aqui, para se recuperar. "
-The Elder God - Ouvir (arquivo de informações) [src]
O Submundo, no contexto de Legacy of Kain: Soul Reaver, era uma rede de cavernas submersas na parte inferior do Abismo e do Lago dos Mortos, habitada pelo Deus Mais Velho. Foi lá que o Ancião ressuscitou Raziel após a execução de Raziel na era Soul Reaver.
O Submundo era uma das várias áreas subterrâneas em Nosgoth em que o corpo do Deus Ancião tinha invadido. Em Legacy of Kain: Soul Reaver, ele serviu como uma área central para a busca de Raziel contra o império de Kain: sempre que sua bobina de saúde estivesse completamente esgotada no Reino Espectral, ele seria desenhado aqui.

Conteúdo [show]
RoleEdit
Em Soul Reaver, o 'Submundo' é mostrado para estar no fundo do Abismo, é decorado com Espiral da Alma e é aparentemente a morada permanente do Deus Mais Velho. Sempre que ele está enfraquecido e sua saúde está esgotada, é aqui que Raziel retorna ao Deus mais velho. No "Mundo Inferior", Raziel também pode ganhar pistas enigmáticas sobre sua busca do Ancião. No início de Soul Reaver, Raziel foi tratado como um pouco de um "nível de treinamento" na Guarida do Ancião, como ele foi ensinado sobre Warp Gates, Almas e Consumo de Almas, Jumping e Gliding, Sluagh, Portar Planar e os Reinos Espectral e Material E Vampiric Fracos.
Em Desafio, o "Mundo Inferior" retorna como quando Raziel começa o jogo, ele é preso pelo Deus Mais Velho e eventualmente consegue escapar para o cemitério, mas ainda está preso no Reino Espectral

Reino Espectral

O reino espectral era um de três planos sabidos da existência dentro de Nosgoth. Era o mundo dos mortos, e uma versão mais escura, mais torcida do Material Realm. Almas perdidas perambulavam por seu crepúsculo interminável.
No mundo dos espíritos, o terreno era distorcido, as ações físicas eram ineficazes e o tempo era irrelevante. O Deus mais antigo penetrou neste reino, assim como entidades desorganizadas como arcontes, Sluagh e espectros.

Em Legacy of Kain: Soul Reaver, Soul Reaver 2 e Legacy of Kain: Defiance, Raziel foi capaz de mudar entre os planos Spectral e Material para sua vantagem.

Conteúdo [show]
ProfileEdit
O Reino Espectral
Plano de existência
Nenhuma imagem deste reino está disponível.
Se você estiver ciente de um, carregue-o!
Raziel no reino espectral em Soul Reaver 2.
Introduzido no Wiki-Icon-BO1 Blood Omen: Legacy of Kain (1996 - como o Submundo)
Icon-SR1 Legado de Kain: Soul Reaver (1999 - como o Reino Espectral)
Habitantes • Archons
• O Deus Mais Velho
• Tons
• Sluagh
• Espectros
• Tentáculos
• Wraiths
Portals • Sites de enterro
• Morte
• Portais Planar
Termos relacionados • Fantasmas
• Revived vampires
Aparições Wiki-Icon-BO1 • Icon-SR1 • Wiki-Icon-SR2 • Icon-Defiance
Mencionado em Icon-DefianceComic
"Sustentai vossa força para prolongar a vossa manifestação no mundo físico, se não alimentar ou absorver demasiadas feridas, esta matéria frágil se dissolverá".
-O Deus Mais Velho [src]
NatureEdit
AppearanceEdit
Leis físicasEditar
As almas de todos os seres derivam para este mundo após meros momentos no Reino Material. Lá eles permanecem até que sejam reivindicados pelos habitantes dos reinos, que por sua vez alimentam o Deus mais velho (menos o Sluagh).
O Deus mais velho mantém a Roda do Destino (o "ciclo purificador da Vida, Morte e Renascimento a que todas as almas estão ligadas") e presumivelmente eventualmente ressuscita essas almas no plano Material (embora isso tenha sido questionado no Soul Reaver 2 por Raziel, o Elder demonstra seu poder de vida e morte pela ressurreição de Moebius no final de Defiance)

O tempo parece operar de forma diferente no Reino Espectral, independentemente da quantidade de tempo que ele passa lá, quando ele retorna ao Reino Material, é como se ele nunca tivesse saído. A água no reino espectral não tem nem peso, nem elevação, é tão fina quanto o ar.

Portals e traversalEdit
SR1-Gameplay-Realms
Reinos materiais e espectral (SR1)
Viajar entre os aviões raramente é uma façanha fácil. Raziel adquire a habilidade naturalmente após sua morte como um vampiro e ressurreição como um "Reaver of Souls". O Deus Antigo lhe concede portais com os quais cruzar, e sem eles é incapaz de mover do Plano Espectral para o Plano Material. Ele pode, no entanto, mover-se no sentido inverso à vontade, ou na destruição de seu corpo físico.

Em desafio, Raziel desagrada o deus mais velho e não é concedido mais o acesso aos portais. Ele faz, no entanto, consegue encontrar uma maneira de se projetar em cadáveres podres no Reino Material e usá-los para lhe conceder um corpo físico. Outros personagens utilizam o reino espectral de outras maneiras:
Devido à sua fragilidade, Melquias é capaz de parcialmente desmaterializar-se e fase através de certos objetos. Melchiah está levando seu corpo tecnicamente com ele enquanto ele se desloca entre os aviões.
Dumah é um vampiro revivido e é capaz de cruzar planos à vontade, ou existe em ambos ao mesmo tempo (ao contrário de outros vampiros não-boss revived).
Mortanius demonstra a habilidade de cruzar reinos no início de Blood Omen, quando ele oferece a Kain a chance de vingança, embora o plano espectral observado aqui seja muito diferente daqueles observados em jogos posteriores, notadamente em vez de ser azul, é distintamente vermelho e Coberto de chamas, mais parecido com o Demon Realm visto no poço de Turel ou vistas clássicas do Inferno.
Também é provável que o próprio Kain, como seu criador, tivesse acesso ao Reino Espectral para capturar as almas que ele iria reviver (embora essa habilidade, até agora, não tenha sido vista pelo público, e o Defiance Comic até mesmo contradiz este , Sugerindo que Kain nunca visitou o Reino Espectral), de fato, a habilidade que Raziel teria originalmente obtido de Kain teria permitido que ele mudasse de posição.

FaunaEdit
O Reino Espectral existe ao lado do Reino Material e é habitado por muitas espécies diferentes, incluindo:
O Sluagh, uma espécie de criaturas devoradoras da Alma, a quem o Deus Ancião se refere como parasitas e catadores, também acusou o Sluagh de roubar o destino das pessoas, mas isso provavelmente foi usado por ele para que Raziel odiasse e matasse os Sluagh sem questionar.
Archons também são Devoradores de Alma e vêm em diferentes variedades. Por exemplo, há wraiths sob o emprego do Elder God também (conhecido como o Dreadnaughts e Reapers) que se tornaram "caçadores mindless" (mas são realmente muito inteligentes) de Almas.
Vampire Wraiths são as almas dos vampiros cujas almas permaneceram muito tempo no mundo espiritual e seus métodos de alimentação se adaptaram ao novo plano permitindo-lhes alimentar-se das almas dos outros. Se seu modo de morte é invertido, eles podem voltar a entrar em seus corpos e reanimar seu cadáver no Reino Material. Por exemplo, se uma estaca é removida de um cadáver de vampiros, o fantasma pode entrar no corpo e começar a curar como um vampiro normal faria. Eles também se regenerariam com a habilidade Sifão de Alma.
O próprio Raziel e suas outras encarnações (o espírito voraz dentro do Soul Reaver ou como a lâmina Wraith) têm elementos de Wraiths e Sluagh ;. Raziel é azul como os Archons, alimenta como Sluagh, e pode reanimar um cadáver no plano material como um wraith de vampiro.
SR1-Intro-382
O Deus Mais Velho habita ambos os Reinos Espectral e Material e é assim incapaz de ser prejudicado por Armas Espirituais ou Físicas sozinho, mas é poderoso o suficiente para atacar em ambos os reinos. Isso tem sido evidenciado quando atacar ou incapacitar Raziel ocasionalmente. No entanto, ele pode ser atacado por uma combinação dos dois tipos de armas, como o Purificador de Almas (Purificado), como quando Kain lutou contra o Deus Mais Velho.
avatar
Pontus Maximus
Soldado de Deus
Soldado de Deus

Mensagens : 1983
Pontos de Experiência : 11722
Boa Fama : 16
Data de inscrição : 15/05/2012

Ficha do personagem
Básico:
Vantagens/Desvantagens/Perícias:
Descrição História:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Legacy of Kain

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 1 de 2 1, 2  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum