Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Palavras chave

akitã  Liga  

Últimos assuntos
» Papo Livre
Dom 12 Nov 2017, 21:02 por Atmo

» Dados Fúria de Titans
Qua 08 Nov 2017, 19:07 por Admin

» Coisas Estranhas e Bizarras !
Qua 01 Nov 2017, 23:47 por 087

» Organizações
Sab 28 Out 2017, 22:06 por Pontus Maximus

» Bens Imóveis
Sab 14 Out 2017, 23:02 por Mataro

» Fichas Fúria de Titans
Sab 26 Ago 2017, 15:03 por Mataro

» FÚRIA DE TITANS - A Batalha Final
Ter 01 Ago 2017, 20:17 por Joshua

» Tópico Off - O Desafio - FÚRIA DE TITANS
Ter 01 Ago 2017, 17:23 por Oz

» Zakharov: [Ascensão]
Dom 11 Jun 2017, 21:50 por Mataro


Left 4 Dead Alpha

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Left 4 Dead Alpha

Mensagem por Pontus Maximus em Seg 10 Fev 2014, 18:44

Left 4 Dead Alpha.


Enredo





Left 4 Dead começa na Pensilvânia, após o surto de um vírus letal conhecido apenas como "Green Flu", um vírus altamente transmissível que se manifesta no indivíduo contaminado causando extrema agressão, com um aumento maciço de violência e com a perda de muitas das funções cerebrais superiores da sua vítima.
Duas semanas após a primeira infecção, quatro sobreviventes imunes ao vírus (a estudante Zoey, o veterano de guerra Bill, o motoqueiro Francis e o empresário Louis) tentam sobreviver enquanto atravessam a cidade de Fairfield, quando acabam por descobrir que o vírus está criando novas e ainda mais perigosas mutações. Enquanto conseguem escapar com vida destas inúmeras ameaças, o grupo é alertado por um helicóptero que sobrevoava a área sobre um ponto de evacuação sendo improvisado no heliponto do Hospital Mercy. Cruzando a cidade e enfrentando hordas de infectados, do metrô ao sistema de esgotos, os sobreviventes finalmente são resgatados no telhado do hospital, sendo levados pelo helicóptero que outrora era de uso de um jornal televisivo local.
O piloto deste, porém, estava infectado pelo vírus e prestes a sucumbir a ele, fato que só é notado pelos exasperados sobreviventes quando em pleno ar o vírus finalmente domina o cérebro de sua vítima e o piloto avança violentamente contra Zoey, que havia tomado o assento de co-piloto. A garota no entanto, consegue atirar no infectado fazendo com que a aeronave, que agora está desestabilizada e em rota de queda. O helicóptero eventualmente cai em um distrito industrial fora da cidade.

Com todos escapando milagrosamente apenas com escoriações superficiais, eles partem a explorar o lugar, com isto descobrindo um caminhão de entregas abandonado que havia sido própriamente reforçado (provavelmente por outros sobreviventes). O grupo decide usar o veículo-tanque para escaparem da região de Riverside, e iniciam viagem a bordo deste. Contudo a viagem encontra um entrave ao descobrirem que as estradas para a próxima cidade estavam completamente bloqueadas, impedindo o pesado e volumoso veículo de prosseguir. O grupo vê-se obrigado a abandonar a segurança do blindado e continuarem o caminho a pé. Após alguns acontecimentos - entre eles, um homem mentalmente perturbado e já infectado, através do qual descobrem que a cidade havia sido invadida - os sobreviventes entendem que fugir por terra tornou-se praticamente impossível, e vêem-se obrigados a formularem um novo plano. Decidem então que o melhor lugar por onde poderiam esperar por resgate era pelo rio que ladeia a cidade, e prosseguem para um cais próximo. Os sobreviventes conseguem estabelecer contato com um casal, donos de uma embarcação de pesca, que consegue chegar até eles enquanto o grupo enfrenta inúmeros infectados ferozes. Já a bordo do pequeno barco, os amigos tentam descansar enquanto descem pelo rio em direção a próxima cidade. Porém, quando chegam à Newburg, avistam nas margens uma numerosa horda de infectados, todos chocantemente ardendo entre chamas e perdidos em êxtase fanático.

Procurando abrigo em uma grande estufa, seu descanso é interrompido quando um avião militar passa, levando os sobreviventes a viajarem através do distrito industrial da cidade para o Aeroporto Internacional Metro. Ao chegarem no local o grupo fica chocado ao ver que, em uma tentativa de conter a infecção, os militares bombardearam o aeroporto e a pista, porém, a pista está em grande parte intacta, permitindo que os sobreviventes abasteçam e fujam em um avião C-130.

Apesar deste aparente resgate, os sobreviventes, mais uma vez se encontram sozinhos na periferia da Floresta Nacional de Allegheny. Após caminharem por uma série de trilhos de trem através da área, o grupo encontram um posto militar em funcionamento, mas o abandonam. Depois de responder a uma transmissão de rádio, os sobreviventes mais uma vez batalham contra hordas de infectados, antes de um APC militar chega para transportá-los para uma Zona de Segurança localizada a Nordeste, supostamente o único local na área que ainda não foi invadido por infectados.

Depois, em vez de serem levado para a Zona de Segurança Echo, os sobreviventes são levados para uma base militar em Millhaven com ordens de capturar o teste "Tango Mikes" que é como os militares se refere a eles. Eles são informados de que são portadores do vírus e, embora sem sintomas físicos, eles ainda podem infectar outras pessoas. Um alarme soa por um tenente e os sobreviventes são guiados por um comboio de militares que os ajudam a fugir útil. Seus novos amigos são, infelizmente, deixados para morrer por um sobrevivente mais velho que recusa se a comprometer os seus companheiros sobreviventes, deixando-lhes a deriva.

Os sobrevivente pegam um trem, que tempos depois pára em Rayford, Georgia, uma cidade situada não muito longe de Atlanta. Suas disputas são postas de lado por enquanto, o grupo começa à procurar por um barco para levá-los para Florida Keys, onde acreditam que não estár infectado. A jornada os leva a um veleiro bloqueado por uma ponte levadiça. Os sobreviventes conseguem acionar os três geradores,no entanto,um dos geradores falhou enquanto subiam na ponte.O mais velho dos sobreviventes decide então se arriscar para salvar os outros companheiros e levá-los de forma segura. Ele pula da ponte e volta para o gerador para reinicia-lo. Antes de ligar o gerador,três Tanks furiosos aparecem e para ganhar tempo,ele solta um Motolov sobre si e então reinicia o gerador.Com um mínimo de tempo para subir,ele decide combater os Tanks que o deixaram mortalmente ferido e o mataram.
Para se certificar que seu sacrifício não foi em vão, os três sobreviventes partem para Florida Keys, mas só depois de ajudar outros quatro sobreviventes(da equipe de Left 4 Dead 2), baixando a ponte para deixá-los em seu caminho de Nova Orleans.

Os sobreviventes


Zoey F0, H1, R1, A1, PdF0; Aliados e Aparência Inofensiva.

 
Bill F2, H2, R2, A1, PdF0; Aliados e Plano Genial. Dependência (Cigarros).


Louis F1, H1, R1, A1, PdF0; Aliados.


Francis F2, H2, R2, A1, PdF0; Aliados.
 
Os sobreviventes receberão méritos na conclusão de cada cenário por acabar o cenário sem utilizar curativos, itens ou até mesmo a lanterna, ajudarem-se uns aos outros quando estão em apuros ou ajudarem particularmente a salvar um membro de equipa de uma emboscada.

Os sobreviventes perdem méritos por cometerem erros de jogabilidade interna, tais como disparar num membro de equipe, matar um boomer perto dum aliado, andarem a fazer friendly fire propositadamente causando a morte instantânea do membro de equipe sem dar descanso aos restantes membros de equipe. Existem personagens principais humanos no jogo, em que cada um é diferente e têm aparências diferentes para tornar fácil uma rapida identificação de cada um. Cada jogador é atribuído aleatoriamente a uma personagem quando se juntam a um server e cada jogador tem as mesmas habilidades e pode usar as mesmas armas.


Estes são o Louis, um personagem marcante por conversar bastante durante o jogo e esta sempre disposto a ajudar no que for possível. Antes da infecção trabalhava como vendedor de peças eletrônicas; Francis, um motociclista coberto de tatuagens com personalidade forte e sempre disposto a defender os companheiros mas odeia a maioria dos lugares, objetos e veículos; Zoey, filha adolescente de uma família rica, dublada por Alésia Glidewell;8 9 e Bill, um veterano da Guerra do Vietnã com habilidades de combate que o ajudaram a manter-se vivo, é também o mais velho dos sobreviventes. Em Left 4 Dead 2, ele é morto na campanha "The Sacrifice".

Ao todo são apenas quatro personagens na trama, que vão aparecendo enquanto passas a campanha com o objectivo de te ajudarem a escapar. Este jogo é de cooperação e está programado de forma a que só se consiga jogar em equipe favorecendo a oportunidade de sobrevivência.


Armas
 
As armas principais no Left 4 Dead estão divididas em dois tipos. O primeiro está disponível para todos quando o cenário começa. As armas no segundo tier podem ser encontradas ao longo do mapa e no final do cenário, logo antes da luta final. Quando em perigo, todas as armas, até mesmo os pacotes médicos podem ser usadas para "empurrar" os adversários em combate de curta distância. Estes empurrões de armas fazem danos minoritários mas podem matar com um toque desde que seja executado quando um infectado se encontra desprevenido ou a atacar um sobrevivente. As armas foram feitas para se assemelhar aquelas do Counter Strike: Source, mas com um recoil melhorado.

Para criação e utilização de Armas e Equipamentos consulte o Manual das Vantagens Alpha 2.0 e o Manual básico de Mega City.

Armas Primárias (Primeiro Tipo)
Cada sobrevivente tem a escolha de começar com uma de cada arma, mas eles podem trocar ou apanhar munições nos abrigos.
Pump ShotGun - Faz danos pesados a um ou mais inimigos de uma só vez. Suporta até 8balas de chumbo e pode-se usar em re-load sem ter que estar complemente re-carregada.
Uzi - Faz danos leves e progressivos. Suporta cerca de 50 cartuchos e tem boa precisão em disparo de média distância.

Armas Primárias (Segundo Tipo)
Cada sobrevivente tem a possibilidade de poder trocar as armas do seu primeiro tier por umas do segundo a partir do novo checkpoint.
M16 Rifle - No jogo pode ser vista como a mais poderosa e mais exata.
Ruger Mini-14 esta rifle semi-automática é extremamente poderosa, possuindo uma mira-telescópica que lhe garante a melhor exactidão possível, sendo ainda suavemente boa sem necessitar obrigatoriamente da mira activada.
Benelli M4 Super 90 - Shotgun semi-automática que no jogo pode ser vista como a versão mais poderosa a seguir da shotgun normal, não requerendo de uma boa limpeza a fundo após cada disparo.

Armas Secundárias
Cada sobrevivente começa com uma arma de mão, e eles podem trocar nos abrigos.
Pistolas - aparentemente Colt M1911 calibre .45, são usadas principalmente como armas da sustentação ou de emergência. Se uma segunda pistola de mão for encontrada, podem ser usadas fazendo duplo-dual-wielded (Pistolas Duplas). Quando um sobrevivente é abatido a única arma que o pode salvar é a de mão, mas a exactidão é extremamente diminuída neste estado como é de esperar. Nas novas antevisões do jogo, verificou-se que as pistolas têm re-carregamentos infinitos, após o gasto de 15 munições.

Armas Terciárias
Cada sobrevivente tem à escolha um Cocktail Molotov ou uma Pipe Bomb.
Cocktail Molotov - Queima tudo o que atinge, parecendo criar tochas de fogo na superfície e mata grande parte dos zumbis que entram em contacto com o fogo.
Pipe Bomb - extremamente poderosa e perigosa devido ao tamanho da explosão e de ser capaz de aniquilar todos por perto, além de emitir um bipe que chama a atenção de todos os zumbis por perto.


Outras Armas
Durante certas fases do jogo a equipe terá á disposição uma metralhadora. Onde normalmente você encontra nas partes onde tem hordas de zumbis ou Tanks.

 
Infectados Comuns
Infectados Comuns, como o nome indica, são o inimigos mais comumente encontrados durante o jogo e são também os mais fáceis de abater10 . Eles são mais parecidas com os antagonistas do filme Extermínio do que com os típicos zumbis dos cinemas. Eles são exclusivamente controlados pela IA do jogo e bastante fracos. Sua força reside em sua tendência em atacar em grandes grupos de até várias dezenas de infectados, conhecido como a Horda. No entanto, o perigo que eles representam não deve nunca ser subestimado. Mesmo sendo capazes de ignorar a dor, infectados ainda podem ser mortos muito facilmente. Eles são capazes de subir escadas e objetos de escala, bem como quebrar frágeis paredes e portas. Eles não podem quebrar a porta da Safe Room de início (ao contrário do Tank), por isso os sobreviventes ficam relativamente seguros dentro de uma safe Room fechada. Este tipo de infectados são atraídos por luzes, barulhos altos, tais como alarmes de carros, ou pelo vomito dos Boomers. Eles apresentam falta de auto-preservação, mas não parecem ter alguma inteligência, como na campanha Hard Rain; a Horda ataca o grupo quando a tempestade fica mais forte e não há um mínimo de visibilidade (o aumento da agressividade dos infectados nessa hora pode se explicado, talvez, pelo fato deles serem atraídos pelos relâmpagos e o barulho da tempestade). Ao longo de Left 4 Dead, a aparência física e as roupas dos Infectados Comuns são consistentes com a posição em particular do local que está sendo visitado. Por exemplo, no Hospital Mercy, os infectados são a equipe médica, pacientes e pessoal de manutenção, enquanto no Aeroporto Internacional Metro os Infectados Comuns incluem os funcionarios do aeroporto, executivos, pilotos e tripulação. Em locais mais neutros, como Riverside ou a Fazenda Daughtery, os infectados comuns aparecem como genéricos de "todo mundo", incluindo soldados vestindo camuflagem, operários e trabalhadores de escritório, adultos, jovens, e idosos ​​de meia-idade e todos em ambos os sexos. O mesmo princípio aplica-se a Left 4 Dead 2, mas dadas as diversas localidades do jogo, o intervalo de variação física apresentada é consideravelmente maior em relação ao Left 4 Dead.
Eles foram inspirados pelas hordas do filme Extermínio.

A Horda



F1-2, H1-2, R1-2, A0, PdF0. Zumbi, Armadura Extra (apenas os zumbis com traje de contenção), Aceleração e Vulnerabilidade (Fogo).

Uma horda é um grande grupo de Infectados Comuns (às vezes incluído Infectados Incomuns) que irá apressar os sobreviventes em intervalos aleatórios durante os finais de cada estagio ou como uma resposta ao vômito do Boomer, Pipe bombs, ou a ruídos de alta-frequência (tais como alarmes de carros) e/ou luzes brilhantes (as própras lanternas dos sobreviventes), a maioria dos ruídos ou alarmes dos carros irá atrair a atençao deles e desencadear eventos de pânico. Jogue 1dx10 Zumbis que aparecem na Horda.

Infectados Incomuns
Left 4 Dead 2 introduziu seis novos tipos especiais (sete, contando "Jimmy Gibbs Junior"), de infectados comuns conhecidos como "Infectado Incomumente Comum", "Incomumente Comum", ou simplesmente "Infectado Incomum". Cada Infectado Incomum é designado exclusivamente para a campanha que ele aparece. Cada um deles possui a sua própria habilidade especial que os tornam um pouco mais perigosos do que Infectados Comuns. A campanha Dead Center apresenta os agentes infectados da CEDA (que são imunes ao fogo e podem ter Bile bombs presas a eles), e Jimmy Gibbs Junior, a campanha The Passing apresenta o Fallen Survivor (que pode levar alguns itens de cura # Kit de primeiros socorros, Molotov, Pipe bomb ou Analgésicos), a Dark Carnival apresenta o Palhaço Infactado (que têm sapatos rangentes que atraem infectados comuns), a Swamp Fever apresenta os Mudmen (cada golpe deles cega um pouco a visão de um sobrevivente, mas também o ajuda a rastrear mais rapidamente o sobrevivente atacado em torno dos quatro), a Hard Rain os Trabalhadores Infectados (que têm protetores de ouvido, que os impedem de seguir as Pipe bombs e que, estranhamente, são imunes à atração da Bile bomb, mas somente se ela não atingir um infectado), e os infectados incomuns da campanha The Parish são policiais de choque (que só podem ser mortos, atacando-os pelas costas, devido ao seu uniforme).

Infectados Especiais
Os Infectados Especiais foram fortemente transformados pela "Green Flu", dando-lhes "habilidades melhores". Cada um geralmente tem uma capacidade única que um sobrevivente não podem enfrentar sozinhos, tornando-os verdadeiros trabalhores em equipe neste jogo. Eles não são atraídos por alarmes de carro ou barulhos alto e tem um maior grau de inteligência do que os Infectados Comuns e Incomuns, sendo capazes de fugir de emboscadas se necessário. Eles também são mais agressivos do que os Infectados Comuns, ao avistar os sobreviventes eles vão persegui-los e ataca-los ativamente ao invés de passivamente sentarem-se em um estupor perturbado (exceto a Witch e o Tank, que aguardam os sobreviventes para atacá-los). Eles são mortais para sobreviventes solitarios que se separam do grupo, mas podem ser evitadados e derrotados através da comunicação e sinergia. O director é capaz de cria-los a qualquer momento de acordo com a dificuldade e como os sobreviventes estão agindo.


Boomer

F2-3, H1-2, R1-2, A0, PdF1 (Ácido). Zumbi: Explosão de Vômito (atrai 1dx10 zumbis da Horda). Vulnerabilidade (Fogo).

Os Boomers são Infectados Especiais gordos que regorgitam um denso jato de vômito nos sobreviventes, a substancia cega temporariamente e atrai Infectados Comuns para eles. À uma certa distância, os Boomers não são uma grande ameaça, devido o seu grande tamanho e baixa saúde, fazem deles um alvo fácil contra qualquer arma de médio ou longo alcance. No entanto, se dentro de um faixa pequena de distância, eles podem vomitar nos sobreviventes, atraindo a Horda. Quando os Boomers morre, eles explodem cobrindo todos os sobreviventes que estão perto o suficiente com o que sobrou do vômito em seu interior, cegando-os e fazendo-os, às vezes, acertarem uns aos outros nos tiroteios. Percebe-se um notória dificuldade para abatê-los apenas no modo de dificuldade Expert, onde eles são capazes de suportar um tiro de um rifle sniper. Pode-se perceber a presença de Boomers em uma área devido a sua grande tendência a gorgolejar, algo que fazem constantemente. Em Left 4 Dead 2, há versões femininas dos Bommers, embora o gênero não tenha nenhum efeito na jogabilidade.


Hunter

F2, H3-4, R2, A1-2, PdF0. Zumbi: Aceleração e Paralisia. Vulnerabilidade (Fogo).

Os Hunters são Infectados Especiais que não sofreram tantas mutações no lado exterior do corpo. Eles são extremamente rápidos e ágeis, capazes de escalar e pular paredes e muros rapidamente. Além disso, eles podem atacar os sobreviventes muito rapidamente, arranhando seu abdômen até que a vítima seja morta ou que o Hunter seja derrubado ou morto por outro sobrevivente. Eles não são os fisicamente mais infectados, ainda possuindo uma aprência robusta, porém com saúde relativamente baixa e, portanto, não é preciso muito para matá-los. Quando os Hunters se agacham em preparação para atacar, eles rosnam ferozmente, "avisando" a todos os sobreviventes nas proximidades que os avistou. No entanto, quando estão de pé eles não fazem barulho sendo os únicos Infectados Especiais que podem permanecer em silêncio absoluto. Em Left 4 Dead 2, eles podem ser mortos com uma arma branca, enquanto agachado apontando para cima e dando o golpe no momento exato, mas isso é bastante difícil, pois o tempo é vital e é mais fácil matá-los à distância com uma arma de médio poder de fogo. Ao receber um tiro, pula para escapar.

Smoker

F2, H2, R2, A1, PdF0. Zumbi, Membros Elásticos (língua) e Paralisia. Nevoeiro de Szzazzss (mas apenas depois que morre). Vulnerabilidade (Fogo).

Os Smokers são uma classe de infectados capazes de armar emboscadas e estrangular os sobreviventes com sua língua comprida, semelhante ao Barnacle de Half-Life. A ajuda de outro sobrevivente é obrigatória para fugir de um Smoker (mas se rápido o suficiente, é possível, embora difícil, mata-los, mesmo que já tenha pegado o jogador). Como o nome indica, Smokers emitem fumaça quando mortos, prejudicando a visão dos sobreviventes. Um Smoker também tosse com frequência, deixando os sobreviventes saberem quando ele está na área. Os Smokers podem arrastar para perto deles os jogadores que ele conseguiu capturar com sua língua e os esmurrando quando perto o suficiente, mas eles permanecem parados não podendo se mover. Os Smokers também são momentaneamente paralisados durante alguns segundos depois de ter sua língua cortada por outro sobrevivente. Em Left 4 Dead 2, o Smoker tem seis línguas, mas isto não tem qualquer efeito na jogabilidade.


Tank

F5, H4, R6, A1, PdF2. Zumbi: Ataque Especial (Poderoso), Armadura Extra (Força) Vigoroso e Soco do Arsenal (Magia) Vulnerabilidade (Fogo) e Fúria.

Os Tanks são os maiores, mais fortes (e mais temidos) dos infectados, sendo razoavelmente rápidos, sendo retardado apenas se atingido com uma grande quantidade de tiros de armas automáticas ou quando incinerado (apenas no modo Versus em Left 4 Dead e Cooperativo de Left 4 Dead 2). Ele é o único "Boss Infected" (Chefe Infectado) controlável no modo Versus. Se todos os sobreviventes estiverem com 40% de saúde ou acima disso (incluindo a saúde adquirida com comprimidos analgésicos ou a Adrenaline Shot) poderão correr do Tank, que talvez não seja capaz de pegá-los, devido aos sobreviventes correrem ligeiramente mais rápido (a menos que o Tank em questão seja controlado pela IA de Left 4 Dead). O Tanks tem uma força incrível e uma resistência fora do comum, seus golpes podem fazer com que os sobreviventes praticamente voem e, ao cairem no chão, fiquem temporariamente indefesos, já no modo Expert o golpe os deixa no chão de imediato. O golpe pode levar sobreviventes a altos riscos de morte. Eles também são capazes de atirar pedaços de concreto que eles arrancam do chão, atordoando momentaneamente os sobreviventes atingidos e causando os mesmos danos que um soco. Eles também pode lançar grandes objetos na direção dos sobreviventes com força suficiente para derrubá-los instantaneamente. No entanto, o Tank vai morrer dentro de 30 a 45 segundos se incenerado (variando com a dificuldade), exceto no modo Versus. Quando controlado por um jogador, o Tank tem um "Controle Medidor" que, a menos que o jogador seja capaz de localizar os sobreviventes e golpear um deles, o medidor de controle do Tank vai começar diminuir lentamente e, uma vez que se esgote, o jogador perderá o controle do Tank para outro jogador aleatoriamente, quando dois jogadores perdem o controle do Tank ele passa ser controlado pela IA. Quando parado, o som que avisa a presença de um Tank é a sua respiração pesada. Uma vez que ele perceba a aproximação dos sobreviventes, o Tank começa a rugir furiosamente e uma música dramática começa atocar e quando ele está perigosamente perto, a tela começará a tremer , a ele começar a rosnar os sobreviventes começam a se preparar .

Witch

F3, H4, R5, A2, PdF0. Zumbi, Armadura Extra (PdF), Paralisia, Vulnerabilidade (Fogo) e Fúria.

As Witches geralmente aparecem algumas vezes por campanha e são completamente passivas, a menos que provocadas por luzes (lanterna), tiros, ou por sobreviventes próximos. Os tiros das pistolas não vão provocá-la facilmente, mas, se acertada, ela vai fazer grandes estragos. Elas são muito poderosas, capazes de incapacitar/matar o sobrevivente atacado com alguns golpes. Quando o director gera uma Witch, uma fraca trilha musical vai tocar, (esse é o tema da Witch), permitindo que os veteranos do jogo consigam rapidamente se preparar para o "obstáculo". Quando incomodada a Witch torna-se agressiva e persegue o sobrevivente que atacou/alertou ela, uma música diferente irá tocar alertando os sobreviventes sobre a Witch enfurecida. Mesmo que as Witches possam ser mortas, é melhor evitar perturba-las, a menos que seja absolutamente necessário. Os meios mais comuns de incomodá-la são quando se fica perto dela por muito tempo ou quando , por acidente, se acerta ela por um tiro. A lanterna vai acelerar sua taxa de agitação, quando ela se levantar rapidamente com uma lanterna brilhando perto (ou sobre) ela. Se o jogador atacá-la, ou se alguém assusta-la, aparecerá a seguinte mensagem na tela: "[nome do sobrevivente] startled the Witch" ([nome do sobrevivente] incomodou a Witch). Se um Infectado Especial como o Smoker ou um Hunter fica muito perto da Witch e o jogador tentar atingi-la, a mensagem vai dizer: "You startled the Witch! Best not to disturb her next time." (Você incomodou a Witch! Melhor não incomodá-la na próxima vez.).
 
Enredo

Como Left 4 Dead, a sequência envolve uma pandemia apocalíptica. Um misterioso patógeno começou a se espalhar pelo sul dos Estados Unidos levando os humanos infectados a se tornarem zumbis. Os quatro sobreviventes devem lutar contra a horda de infectados. Left 4 Dead 2 se passa no sul dos Estados Unidos, começando em Savannah, Georgia e acabando em Nova Orleans, Louisiana.1 2 Os personagens do jogo original foram substituídos por novos quatro sobreviventes, cujas histórias são reveladas através dos diálogos. Ao contrário do primeiro jogo onde não houve desenvolvimento significativo da história, Left 4 Dead 2 possui uma história de fundo.
 
O enredo é similar ao de Left 4 Dead, ele envolve as consequências da infecção uma semana após os eventos do jogo anterior, se passando cerca de três semanas após a primeira infecção.

A história começa por volta do meio-dia em Savannah, na Georgia. Com os helicópteros de resgate começando a deixar os edifícios, quatro sobreviventes (Ellis, Coach, Rochelle, e Nick) tiveram que subir um hotel para pedir ajuda, porém tiveram o azar de serem deixados para trás por apenas alguns segundos de atraso. Com a situação recente, o grupo decide ir para um shopping depois de ouvirem que lá existe outro Centro de Evacuação ainda em operação. Quando o grupo chega ao shopping, eles descobrem que ele está totalmente aberto e cheio de infectados. Num ato de desespero, eles decidem avançar pelo prédio, na esperança de que o Centro de Evacuação esteja simplesmente nos níveis mais profundos do shopping. Acontece que o centro foi dizimado e todos os agentes da CEDA estão mortos ou infectados. Em desespero, o grupo corre pelo átrio do shopping e encontra um stock car em funcionamento, porém sem gasolina. Uma nova idéia surge na cabeça deles: sair pelo do átrio em busca de latões de gasolina, com a finalidade de encher o tanque do carro. Depois de uma desesperada busca o grupo consegue abastecer o carro e fugir de Savannah, pretendendo viajar até Nova Orleans.

Durante a fuga, o grupo para em uma ponte levantada por três dos sobreviventes do jogo anterior. Um deles atende os sobreviventes e lhes informa que eles não podem baixar a ponte para o grupo porque o gerador utilizado está sem combustível, e que um deles está ferido. Depois de batalharem com uma Noiva Witch através das ruas, e de um "esgoto histórico", os sobreviventes se encontram com os outros três novamente do outro lado. Após os três sobreviventes originais concordarem em ajudar a defendê-los do terreno alto, o grupo de Savannah é capaz de afastar a maioria dos infectados, encontram latas de gasolina, enchem o gerador, atravessam a ponte e a abaixam, conseguindo partir no carro, enquanto trocam despedidas, dando finalmente continuidade a viagem à Nova Orleans.
O carro de fuga continua funcionando bem até que os sobreviventes descobrem que a estrada está bloqueada por vários veículos abandonados, e esse engarrafamento parece se estender por quilômetros. Não encontrando outra maneira de passar, os sobreviventes decidem deixar o carro e continuar a pé. Quando eles estão abaixo de um viaduto, veem holofotes a uma linha considerável de distância. Na esperança de encontrarem algumas pessoas não infectadas, o grupo então decide seguir na direção de onde vem a luz. Chegando lá eles descobrem que os holofotes estavam vindo da feira e do parque de diversões Whispering Oaks, que agora é um terreno de caça para um grande número de pessoas infectadas. Os sobreviventes vagam pelo parque por bastante tempo até que, por fim, eles vêem um helicóptero sobrevoando a área. Recém-inspirados, eles decidem ativar os componentes eletrônicos do show de rock criado para a banda The Midnight Riders na esperança de que a música alta e a grande pirotecnia irá atrair a atenção do piloto do helicóptero. Quando eles finalmente entram no anfiteatro, eles ativam os controles e o som acaba conseguindo atrair o piloto do helicóptero e, junto dele, uma enorme quantidade de infectados. Após muita luta, o helicóptero finalmente chega e os resgata, e os sobreviventes escapam do parque abandonado.
Mas mais uma vez, a sorte não está do lado deles, e o helicóptero faz um pouso forçado após o piloto do helicóptero tornar-se um infectado e ser morto por Nick. Os sobreviventes saem do helicóptero destruído e descobrem que eles desembarcaram em um pântano. Eles passam por uma pequena aldeia e presumem que o povo decidiu agir por conta própria, tomaram medidas preventivas e barricarem-se em suas casas contra os infectados. Sem qualquer outra opção, os sobreviventes decidem tentar encontrar as áreas barricadas. Eles viajam pelo pântano, lutando contra numerosos infectados, e encontram um avião que acabou caindo a caminho de uma área segura. Quando chegam lá, eles descobrem que os habitantes da cidade foram dizimados pela infecção, mas a sorte acaba por estar do lado deles no momento em que encontram o que alguém escreveu em um muro sobre uma antiga casa de fazenda e um cais próximo. Os sobreviventes vão em direção da fazenda e, lá, acabam encontrando um rádio e o usam para entrar em contato com um homem chamado Virgil, que tem um barco mais abaixo no rio. Virgil e o grupo têm uma pequena discussão via rádio e os sobreviventes lhe dizem que eles estão em uma antiga fazenda abandonada. Virgil decide ir ao local e começa a navegar até lá. Depois dos sobreviventes combaterem algumas hordas de infectados, Virgil finalmente chega e destrói as portas que bloqueavam o caminho dos sobreviventes para o rio, os sobreviventes correm e conseguem embarcar no barco em segurança.

No entanto, ao longo do caminho, o barco de Virgil começa a ficar com pouco combustível, por isso ele deixa os sobreviventes na pequena cidade de Ducatel, na costa do rio Mississippi, com instruções para que eles peguem diesel para o barco em um posto de gasolina que fica logo depois de um milharal do outro lado da cidade. Infelizmente, os sobreviventes esquecem as suas armas, e tem que viajar duas milhas a leste, passando através de uma usina de açúcar abandonada e infestada de Witches para pegar a gasolina. E pior ainda, eles, infelizmente, vão ter de voltar todo o caminho de volta no meio de uma chuva torrencial. A mala esquecida de armas também continha os sinalizadores que seriam usados para chamar Virgil. Então, eles decidem usar como sinal o Burger Tank perto da doca. Eles, mais uma vez, precisam se defender contra hordas de infectados até que Virgil finalmente chega para resgatá-los.

Enfim, Virgil chega e resgata os sobreviventes, deixando-os, horas depois, em um cais de Nova Orleans (onde parece que os militares ainda estão evacuando sobreviventes). Ele então sai, dizendo que ele está a caminho para encontrar outros sobreviventes. O grupo de sobreviventes, em seguida, luta contra mais infectados traçando seu caminho perto do mar, em um parque, um cemitério, e de um bairro francês, chegando a uma ponte levadiça a poucos minutos de ser bombardeada pelos militares. Do outro lado da ponte há um helicóptero militar prestes a sair. Os sobreviventes conseguem manter contato com os militares por meio de um rádio e, em seguida, atravessam a ponte para o piloto do helicóptero que os transporta para um cruzeiro militar.
O que acontece com os sobreviventes após isso fica inexplicado. Chet Faliszek, o escritor do jogo, falou que os militares estão levando os sobreviventes para navios tentando escapar da infecção.

Sobreviventes


Coach F3, H2, R2, A1, PdF0; Aliados, Vigoroso e Treinamento Especial.

 
Ellis F2, H2, R2, A0, PdF0; Aliados, Especializações (Mecânica, Engenharia e Condução).

 
Nick F1, H1, R2, A1, PdF0; Aliados, e Má Fama (Trapaceiro).

 
Rochelle F1, H2, R2, A1, PdF0; Aliados,
 
Left 4 Dead 2 apresenta um novo elenco de sobreviventes, que incluem Coach, um treinador de um time de futebol americano em um colégio; Rochelle, uma repórter de uma rede de televisão local; Ellis, um mecânico; e Nick, um jogador e trapaceiro. Originalmente o jogo seria uma continuação direta do original, ocorrendo algumas semanas após o começo do primeiro jogo, a Valve decidiu criar um novo grupo de sobreviventes devido a mudança na localização.4 Em adição aos quatro personagens jogáveis, Left 4 Dead 2 também apresenta um personagem de suporte de nome Virgil, que aparece em três capítulos do jogo, diferentemente do original na qual os personagens não-jogáveis faziam uma única aparição.

Jogadores têm acesso a mais armas, incluindo armas de combate corpo-a-corpo como frigideiras e motosserras, assim como armas de longa distância como rifles de assalto e metralhadoras silenciosas.

Infectados

Os Infectados em Left 4 Dead 2 estão indiferentes aos de Left 4 Dead. São referidos como zumbis, porém os Infectados são humanos que sofreram mutação por um vírus de origem desconhecida conhecido apenas como Green Flu. O maior número de Infectados encontrados pelos sobreviventes são "Comuns", individualmente fracos, mas podem ser um problema para os sobreviventes quando em maior escala. Em Left 4 Dead 2, os danos feitos aos infectados estão representados mais realisticamente, com balas arrancando pedaços de carne ou em alguns casos, membros.5 Uma nova adição a Left 4 Dead 2 são os infectados "Incomuns", únicos por campanha. Por virtude do equipamento usado durante infecção ou mutação, possuem habilidades únicas. Por exemplo, em The Parish, os sobreviventes encontram um infectado usando uma roupas a prova de gás e colete policial, tornando-o imune a fogo e a balas na parte da frente, respectivamente.

Os novos Infectados Especiais
Como no primeiro jogo, existem Infectados Especiais ou "chefes" em adição aos normais, que possuem mutações diferenciadas que lhes fornecem ataques especiais e os fazem mais poderosos. Os cinco Infectados especiais do primeiro jogo retornam, com algumas partes do comportamento modificado: o Boomer, um Infectado que solta vômito e bile, cegando o jogador por um período e atraindo uma horda de infectados; O Hunter, um Infectado ágil que pode atacar jogadores de uma longa distância; o Smoker, um que pode alcançar de longe sobreviventes com sua enorme língua, estrangulando-os até a morte, e lançando uma nuvem de fumaça que obscurece a visão (no momento em que é eliminado); o Tank, um gigantesco Infectado poderoso e difícil de matar. Ele ataca jogadores, causando um dano massivo; a Witch (agora também, do contrário da primeira versão do jogo, a Witch pode estar vagando pelo mapa, ao invés de estar sentada), uma Infectada fêmea Alfa passiva, que quando provocada solta altos gritos e luz, e ataca seu provocador, podendo matá-lo em um golpe (dependendo da dificuldade do jogo).
Alem dos Infectados Especiais já presente no primeiro jogo, quatro novos infectados especiais foram introduzidos em 
Left 4 Dead e eles são:


Charger

F3, H2, R3, A1, PdF0. Zumbi, Aceleração e Paralisia. Vulnerabilidade (Fogo).

O Charger é um dos novos Infectados Especiais que aparecem em Left 4 Dead 2. Seu principal ataque é uma violenta carga que arrasta o sobrevivente. Com uma carga bem sucedida e mesmo que acerte todos os quatro sobreviventes, ele vai pegar e levar apenas um único sobrevivente, derrubando todos os outros. Uma vez que o Charger tenha acertado uma superfície dura como uma parede ou um carro, ou após ter percorrido uma certa distância, ele vai começar a socar sua vítima no chão até um outro aliado liberta-lo. Caso ele erre a carga e acerte a parede, ele vai tropeçar, deixando-o vulnerável ao ataque. O Charger pode ser detectado pelos sobreviventes com o barulho que ele faz rosnando pelo nariz deformado. Ele vai anunciar sua carga com um alto urro. O Charger parece ter uma superfície rochosa ou calejada em seu braço direito maior, que pode ser o que ele usa para infligir a maior parte de sua força ao carregar, enquanto o outro braço, no entanto, parece não ter ossos ou músculos. Por causa de seu grande tamanho, o Charger não pode ser afastado com ataques corpo a corpo, e deve ser morto a fim de libertar a vítima. Se um sobrevivente tem munição explosiva, ele vai empurrar o Charger do sobrevivente atacado. Qualquer sobrevivente que não estiver fora do caminho durante a sua carga e for atingido vai voar a uma distância considerável e, lentamente, levantar-se, fazendo o Charger um inimigo mortal em corredores apertados ou perto de passagens altas. Ele também é o mais forte e mais duradouro dos Infectados Especiais (exceto o Tank e a Witch), além disso, seus ataques corpo a corpo são muito fortes e podem facilmente neutralizar um sobrevivente enfraquecido.

Spitter

 
F2, H2, R2-3, A1, PdF1 (Ácido) Zumbi. Ataque Especial (Amplo), Quando o morre uma pequena poça de ácido se 
forma aos seus pés causando 1d6 por turno de exposição durante 2 rodadas. Vulnerabilidade (Fogo).

A Spitter é um dos novos Infectados Especiais presentes em Left 4 Dead 2. Ela possui a habilidade de cuspir uma bola verde de ácido de longas distâncias, que, ao bater no chão, vai se expandir em uma grande poça de água e causar grandes danos sobreviventes que fazerem contato com ela. Depois de cuspir, porém, a Spitter fica temporariamente paralisada por um segundo, dando aos sobreviventes a chance de matá-la. Quanto mais tempo o sobrevivente ficar nessa poça, mais danos do sobrevivente ira levar da gosma. Essa habilidade permite que a Spitter, com o auxílio de outro Infectado Especial, cause ainda mais danos, por exemplo, se um Hunter ataca um sobrevivente, uma Spitter pode cuspir em cima desse sobrevivente, causando mais danos ainda. No entanto, apesar de uma habilidade tão útil, a Spitter é muito fraca em termos de saúde, sendo uma tarefa fácil abater uma Spitter. Após a morte, a Spitter deixa uma quantidade menor de gosma verde ao seu redor, a gosma é semelhante e poça original que cospe, porem, com o mesmo efeito sobre os sobreviventes. Ela é um dos mais poderosos Infectados Especiais. se os sobreviventes permanecerem em pé em sua saliva, e são distraídos demais para mover-se rapidamente devido a outros infectado ou a falta de conscientização do dano que está sendo causado rapidamente ficarão incapacitados. No modo Scavange ou em qualquer final que exige latas de gás, quando as latas de gás são descartadas, a gosma da Spitter pode incendiar as latas de gás se forem deixadas no gosma por tempo suficiente.


Jockey



F1, H3, R1, A2, PdF0. Zumbi, Aceleração e Paralisia. Vulnerabilidade (Fogo).

O Jockey também é um dos novos Infectados Especiais que aparecem em Left 4 Dead 2. Ele é um pequeno Infectado que ataca os sobreviventes se agarrando a eles por trás e, literalmente, montando o sobrevivente enquanto o ataca. Ele pode regular seu peso inclinando o corpo fazendo com que o sobrevivente vá na direção em que ele quiser, dando a este Infectado Especial um tipo de controle sobre o sobrevivente. O sobrevivente que está a ser montado pelo Jockey pode tentar "resistir" ao Jockey, o que permitirá a outros jogadores a oportunidade de alcançar e arrancar o Jockey fora. Jockeys pode colocar sobreviventes em situações perigosas, como em perigos naturais, perto de uma Witch, ou de outros infectados. Um Jockey também pode puxar um sobrevivente até uma borda de um local alto, fazendo com que fique incapacitado, ou montá-lo até a morte se o sobrevivente em questão não estiver resistindo. O do Jockey parece ter uma doença espinhal, semelhantes a cifose, dando-lhe uma aparência encurvada. Ele também tem uma risada maníaca e está constantemente a contrair-se, dando-lhe uma espécie de natureza hiperativa.

A Witch Errante.
Sua ficha é idêntica a da primeira Wicht exceto pelo fato que esta pode ser encontrada em outros locais enquanto caminha sem destino.

A Witch Errante aparece em Left 4 Dead 2. Ela é vista apenas em horários diurnos, vagando sem rumo e soluçando alto com as mãos na cabeça ou no rosto. Estão sempre em constante movimento o que faz com que elas sejam ainda mais difíceis de evitar. Mas elas são também muito mais introvertidas e só reagem aos ataques diretos ou em caso de contato físico. Surpreendente se pode até mesmo danificá-la levemente, sem que ela reaja. Ao contrário das Witchies sentadas, ela não parece mais ser alertada tão facilmente por lanternas.
A Witch Errante continua tão vulnerável quanto nunca a uma espingarda crowning, e sua natureza mais calma faz dela muito mais fácil de ser atingida por uma crowning.
Em Left 4 Dead 2, na campanha Chuva Pesada (Hard Rain), um grande número de Witches Errantes têm infestado uma usina de açúcar abandonada, a mesma que os sobreviventes devem percorrer para obter combustível para o barco de salvamento. Um achievement, Sob Story, é ganho se passar pela usina de açúcar sem matar nenhuma delas.

Ela tem sido observada em ocasiões de paz seguindo os sobreviventes, sem qualquer provocação, embora possa estar apenas caminhando ao longo de sua trajetória programada. Se ela for provocada pelo algum sobrevivente,ela pode mata-lo com apenas um golpe,dependendo da quantidade de vida.

Campanha adicional

Uma campanha, chamada "The Sacrifice", foi disponibilizada para download em 5 de Outubro de 2010. Ela foi adicionada em Left 4 Dead 2 e também esta disponível para o primeiro Left 4 Dead. Ela conta a historia em que o personagem Bill de Left 4 Dead se sacrifica para que seus companheiros consigam escapar. Apos essa campanha segue um encontro entre os sobreviventes de Left 4 Dead 1 e Left 4 Dead 2.
avatar
Pontus Maximus
Soldado de Deus
Soldado de Deus

Mensagens : 1984
Pontos de Experiência : 11868
Boa Fama : 16
Data de inscrição : 15/05/2012

Ficha do personagem
Básico:
Vantagens/Desvantagens/Perícias:
Descrição História:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum