Buscar
 
 

Resultados por:
 


Rechercher Busca avançada

Palavras chave

Liga  akitã  

Últimos assuntos
» Papo Livre
Dom 12 Nov 2017, 21:02 por Atmo

» Dados Fúria de Titans
Qua 08 Nov 2017, 19:07 por Admin

» Coisas Estranhas e Bizarras !
Qua 01 Nov 2017, 23:47 por 087

» Organizações
Sab 28 Out 2017, 22:06 por Pontus Maximus

» Bens Imóveis
Sab 14 Out 2017, 23:02 por Mataro

» Fichas Fúria de Titans
Sab 26 Ago 2017, 15:03 por Mataro

» FÚRIA DE TITANS - A Batalha Final
Ter 01 Ago 2017, 20:17 por Joshua

» Tópico Off - O Desafio - FÚRIA DE TITANS
Ter 01 Ago 2017, 17:23 por Oz

» Zakharov: [Ascensão]
Dom 11 Jun 2017, 21:50 por Mataro


Terra do Exilium.

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo

Re: Terra do Exilium.

Mensagem por Pontus Maximus em Qui 31 Maio 2012, 19:32

Continuando.......

Décadas e séculos se passaram desde o incidente mortal, depois dele muito foi descoberto e destruído nas grandes batalhas, e com elas a imortalidade dos Lobisomens avia se perdido também, com parte de seu sangue drenado e o ritual interrompido de forma drástica os homens e mulheres lobos perderam-na, contudo ainda lhes sobrou a longevidade que os permitia alcançar exatos 500 anos, muito mais que os humanos poderiam viver e bem menos do que queriam.
O direito viver mais lhes foi tirado o que causou grandes conflitos recheados com muito ódio e com grande sede de sangue e sempre que um dos filhos de Caim exterminava outro irmão o seu pai imortal sentia em seu peito de alguma forma, a dor era demais para ser sentida para sempre, mas ele sabia que a merecia pois ele mesmo a tinha imposto ao pai e mãe da humanidade, porém o insulto maior tinha sido contra o Deus Todo-Poderoso. Caim decidiu dormir e não mais ser acordado e se alguém na face da Terra o acorda-se ele o mataria, em sua Cripta escondida em algum lugar tem várias menções de sua história e se um dia algum mortal o encontrasse deveria deixá-lo em paz.

Mas sempre que um filho trazia alento para outro Caim também poderia senti-lo, essa ligação natural talvez fosse um gesto de misericórdia do Santo Criador. O Povo de Deus os filhos de Israel possuíam muitos inimigos que os afingiam muitas vezes sendo que em metade do tempo eram culpados por sua rebeldia, mas gradativamente os filhos de Israel se misturavam aos filhos de Caim, contaminando em parte o sangue hebreu, atuavam em sigilo dos demais cidadãos para não levantarem assim o medo e a fúria do povo, sendo que nas ocasiões em que sua outra face era vista por desavisados eram taxados como demônios ou criaturas dos falsos deuses. Os Vampiros aviam se tornado vários dos deuses em que a Bíblia menciona ao longo de suas linhas e era por causa deles que os filhos de Caim tinham uma péssima reputação, mas com a ajuda de poderosos aliados eles destronaram e destruíram muitos deles, pois uma ovelha não pode colocar para correr um predador (apesar de ter dentes elas não podem morder com força). No entanto a maldição as vezes vira benção e o SENHOR escolhe predadores para afugentar outros predadores afim de preservar o rebanho. Mas a medida que os “deuses” utilizavam de seus dons naturais ligados com a magia a realidade sofria com seus efeitos pois sempre que um feiticeiro realiza um encantamento ele abre brechas entre um mundo e o outro, a luta não era mais entre irmão contra irmão, foi quando um novo Conclave foi novamente feito porém apenas com os Anciões dos Lobisomens, o verdadeiro inimigo não era os Vampiros os seus parentes diretos imortais e sim o Hades e todos os seres caídos que nele eram atormentados de dia e de noite.

Apesar de terem lutado contra demônios poucas vezes o plano do senhor da Corrupção havia falhado em manter a guerra eterna entre parentes ao permitir que seus asseclas apoiassem os Vampiros mais diretamente, pois o plano da Serpente era destruir a humanidade fazendo que humanos matem humanos havia sido revelado não apenas aos Judeus mas também para os assim chamados na época de gentios. Mas as vezes para avançar para novos níveis em um combate infelizmente é necessário ter que freiar sua própria gente antes e os conflito ainda permaneceriam por um longo tempo..........

Continua.......


Última edição por Pontus Maximus em Ter 16 Set 2014, 17:53, editado 1 vez(es)
avatar
Pontus Maximus
Soldado de Deus
Soldado de Deus

Mensagens : 1984
Pontos de Experiência : 11893
Boa Fama : 16
Data de inscrição : 15/05/2012

Ficha do personagem
Básico:
Vantagens/Desvantagens/Perícias:
Descrição História:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Terra do Exilium.

Mensagem por Mataro em Seg 04 Jun 2012, 02:34

Cara ta ficando legal.

Vamos ver como é a cultura dos vampiros e lobisomens na atualidade.

Se vc quiser criar novos tópicos que eu criei para o seu cenário fique a vontade.

Da pra dividir legal os assuntos por aqui.
avatar
Mataro
Arcano Imperial
Arcano Imperial

Mensagens : 3111
Pontos de Experiência : 16387
Boa Fama : 15
Data de inscrição : 31/03/2012
Localização : Airy

Ficha do personagem
Básico:
Vantagens/Desvantagens/Perícias:
Descrição História:

Ver perfil do usuário http://nonplusrpg.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Terra do Exilium.

Mensagem por Pontus Maximus em Ter 05 Jun 2012, 18:49

Valeu Mataro, obrigado.

Continuando.......

Heróis, lendas e mitos nasceram em ambos os lados desde que eles existem, conflitos tão sangrentos e dolorosos fortaleciam e enfraqueciam ambos os lados a cada vitória e derrota, para ocultar a sua existência dos seres humanos comuns e normais os Lobisomens cometeram um erro fatal para qualquer pecador que ande pela Terra, começaram a mentir para assim preservarem sua identidade, pois os seus irmãos Vampiros os coagiram para isso, apesar dos Lobisomens serem mais numerosos e fortes, os “deuses” das trevas tinham domínio sobre as artes da magia e conseguiam ludibriar seus “rebanhos” de seguidores humanos, incitando-os a lutarem contra os descendentes do Lobo, sendo que eles mau sabiam que faziam parte de um esquema maior de controle da humanidade orquestrado por aquele que é conhecido como O primeiro entre os Caídos, e um dia seriam responsáveis pelas Colheitas de Sangue.

Mesmo tendo apoiado varias vezes o exercito do povo de Israel, os lobisomens tiveram que recuar, pois não poderiam mostrar sua real forma para os Hebreus sem ter correr sérios riscos, pois de certa forma era o que os demônios e os falsos deuses queriam, mostrarem-se ao mundo para que o mundo os subjuga-se sem precisar de muito esforço, contudo o orgulho precede a ruína e os Vampiros que adquiriram status de deuses guerreiros em um determinado local, passaram a combater os Lobisomens com mais e mais fervor, e isso custou a vida de muitos deles, sendo assim passaram a incorporar muitas das mitologias conhecidas, subestimaram demais os Lupinos, pois muitos dos filhos de Caim da Casa dos guerreiros lutavam com a fé em um Deus muito superior que não iria permiti-lhes que caíssem, aqueles heróis entre os lobisomens não eram tão conhecidos pelo mundo e assim eles preferiram manter sob sigilo a identidade de seus campeões, pois os que aderiram a fé no Deus Judaico-Cristão atribuirá a vitória a ele e que seus campeões eram apenas servos do mesmo Deus, mas havia insatisfeitos que planejavam mudar o curso da história e dos povos, lutar em nome de um Senhor, para uns, já não estava mais agradando. 

Mas como em toda guerra, existiram pesadas baixas e marcas tão profundas que são difíceis de apagar, mas vieram tempos de paz em meio a tantos combates, os Lobisomens procriavam entre os de sua espécie e com humanos normais, adotando-os como seus parentes, contudo os Vampiros sobreviventes ainda mantinham poder demoníaco demasiadamente grande, porém mais enfraquecido devido a isso, os novos “filhos de morcegos” estavam com seu sangue mais fraco devido as suas feridas que, apesar de não poderem ser vistas a olho nú, estavam abertas, estava se tornando cada vez mais difícil nascer uma nova cria através da copula, então passaram a recrutar novos membros para a família através do contagio genético do seu sangue, entre os melhores humanos do “rebanho” eram escolhidos para adquirem a nova vida imortal, contudo isso não fora bastante, em locais onde os “deuses” dominavam com supremacia eram criados templos de veneração de seus seguidores com um novo toque pessoal e abominável, “divindades” ligadas a fertilidade e ao desejo de procriação natural dos mortais em sua característica principal exigiam tributos em seus templos através de atos de prostituição com os mesmos e com seus principais sacerdotes e sacerdotisas (que sempre eram os mais belos e belas da sociedade local) afim de obterem prazer e se multiplicarem novamente e serem numerosos como foram um dia, também sendo assim responsáveis por muitos mitos e exageros que difamam a pratica do amor entre homem e mulher.
Numa forma de lealdade também requisitavam sacrifícios de crianças em troca de prosperidade, poder e entre outros benefícios. Mas como em toda sociedade sempre houve remanescentes de pessoas com bom-senso que, apesar de não conhecerem a Verdadeira Verdade, lutavam contra os filhos das trevas, mas aqueles que se revoltaram ou morriam vitimas de perseguições ou se tornavam Vampiros também como forma de puni-los por toda a eternidade, por sua ousadia. Contudo tal afronta nunca passou despercebida dos olhos dos Anjos e muito menos o Todo-Poderoso se esqueceu de absolutamente nenhuma delas, pois aquele que é Onipresente vira tudo e estava cansado de tais aberrações, a vingança era a última escolha do Santo Criador e assim ele faria em breve......

Continua..........


Última edição por Pontus Maximus em Ter 16 Set 2014, 17:58, editado 1 vez(es)
avatar
Pontus Maximus
Soldado de Deus
Soldado de Deus

Mensagens : 1984
Pontos de Experiência : 11893
Boa Fama : 16
Data de inscrição : 15/05/2012

Ficha do personagem
Básico:
Vantagens/Desvantagens/Perícias:
Descrição História:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Terra do Exilium.

Mensagem por Mataro em Sab 09 Jun 2012, 20:59

Quando a história estiver pronta posso postar la no blog, ta ficando legal.
avatar
Mataro
Arcano Imperial
Arcano Imperial

Mensagens : 3111
Pontos de Experiência : 16387
Boa Fama : 15
Data de inscrição : 31/03/2012
Localização : Airy

Ficha do personagem
Básico:
Vantagens/Desvantagens/Perícias:
Descrição História:

Ver perfil do usuário http://nonplusrpg.blogspot.com.br/

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Terra do Exilium.

Mensagem por Pontus Maximus em Ter 12 Jun 2012, 18:41

Continuando.......

Um marco que ficaria guardado para sempre na mente dos filhos e filhas de Caim aconteceu quando o Santo Criador decidiu utilizar não à água dessa vez mas o fogo e o enxofre, por causa de um dos “deuses” pagão mais depravados de todos os tempos, ele se chama Moloque o deus cananeu do fogo e dos sacrifícios humanos desse povo, como também era muito cultuado em Sodoma e Gomorra, as duas cidades da depravação.

Moloque era na verdade um Vampiro muito poderoso que sobreviveu o combate inicial com os Anciãos dos Lobisomens, fora ele quem criou o Clã de Vampiros conhecidos por eles e alguns poucos mortais pelo nome de Moloquianos, e em seus rituais o povo oferecia alegremente crianças humanas e lupinas para serem decapitadas e o que sobrar lançado ao fogo em uma caldeira com o mesmo nome do falso deus. Um homem santo certa vez intercederá ao Senhor para que não destruísse a cidade por causa de um dos seus parentes, perguntando ao Todo-Poderoso se existisse apenas dez justo nela todo o restante seria poupado, em resposta o Criador disse que sim que, por amor aos dez os outros seriam poupados, contudo na cidade não havia nem se quer uma única dezena de pessoas tementes ao Verdadeiro Deus, então restou ao Senhor dos Exércitos mandar seus emissários e tirar o que ainda não havia se corrompido das cidades pois naquela mesma noite o Senhor a destruiria.

Foi com fogo que os Vampiros do Clã Moloquiano oferecia sacrifícios ao seu deus então com fogo e enxofre eles pagariam o preço de tamanha truculência, e então todo homem, mulher, jovem, idoso , Humano e Vampiro foram extirpados da face da Terra e do Clã sobrou apenas a lembrança para temor eterno daqueles que vivem, viveram e viverão pois tais abominações foram com certeza maior insulto a Deus do que Caim havia feito a seu irmão cacúla.
Moloque hoje agoniza para todo o sempre nas entranhas do inferno aguardando um castigo ainda pior quando a sua prisão e todos os que nele habitam serem lançados no Lago de Fogo e Enxofre que, de acordo com as Santas Escrituras é uma sentença ainda mais dolorosa. No entanto as lembranças de sua história um dia inspirariam novos Vampiros incrédulos e arrogantes, mas por mais que queiram negar Deus vingou o sangue dos inocentes que eles (os Vampiros antigos) tanto ridicularizavam, inclusive o Senhor vingou os Lobisomens também que, mesmo sendo considerados não-humanos, para Ele sempre foram homens e mulheres.

Mas nas antigas tabuas onde tanto os Lobisomens e os Vampiros que se recusavam a fazer o Jejum havia muito mais histórias a serem contadas e uma de suas principais delas foi quando o “deus”-Demônio-Vampiro chamado Baal utilizou de uma de suas servas humanas e através de sua prostituição conseguiu fazer um dos reis hebreus cair em tentação, oprimindo o povo em tempos de seca e escassez de alimentos, contudo ela e os profetas de Baal estavam bem nutridos.

Jezabel e os 440 sacerdotes desse deus são conhecidos até hoje e sempre serão lembrados como motivo de opróbrio e vergonha. Mas os anjos auxiliavam Israel e sem o conhecimento de muitos mortais, os Lobisomens antigos fizeram alianças para combater a feitiçaria naquelas terras, por mais polêmico que possa parecer Deus não vê como vê os homens, que consideram os Lupinos como monstros, ele os vê como vasos de bençãos e sua herança genética (e não sobrenatural) pode ser usada para demonstrar valores esquecidos de fé e união familiar.

Enquanto o profeta Elias (que estava a serviço de Deus) lutava por um lado, os Lobisomens (os filhos e crias de Caim) enfrentavam batalhas que soldados Humanos comuns não poderiam sobreviver e Baal foi derrotado mas escapou da morte vinda pelas garras dos Lobos e das lanças de luz dos anjos, mas entre os seguidores de Baal haviam também insurgentes, ou seja, traidores do povo lupino, que exigiam o direito de se afastarem da Trilha para seguirem seus próprios caminhos, seguindo seus próprios desejos, foi um golpe para os mais tradicionais e fieis dentre eles, o Motim (como ficou conhecido) era formado pelos lobisomens mais descontentes. 

O demônio que possuiu permanentemente o corpo de um dos Primogênitus havia falhado em destruir o povo no qual haveria de nascer um Homem com o poder de fazer o que nenhum dos profetas antigos poderia fazer, como também nenhum dos profetas futuros poderiam realizar o mesmo ato de Amor e de Bravura que este mesmo Homem fez, na qual a Serpente sempre lutou para encobrir da mente da humanidade, para que a mesma permanecesse para sempre incrédula.

Continua........


Última edição por Pontus Maximus em Ter 16 Set 2014, 18:05, editado 1 vez(es)
avatar
Pontus Maximus
Soldado de Deus
Soldado de Deus

Mensagens : 1984
Pontos de Experiência : 11893
Boa Fama : 16
Data de inscrição : 15/05/2012

Ficha do personagem
Básico:
Vantagens/Desvantagens/Perícias:
Descrição História:

Ver perfil do usuário

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Terra do Exilium.

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum